Aprenda a fazer um plano de marketing para cooperativas em passos simples!

Alexandre Monteiro
Publicado por Alexandre Monteiro em 10 de novembro de 2020

Uma cooperativa é uma associação autônoma de pessoas que se unem, voluntariamente, para satisfazer as necessidades e aspirações econômicas, sociais e culturais comuns, por meio de uma empresa de propriedade coletiva e democraticamente administrada.

Como este é um ramo em franco crescimento, faz-se importante utilizar de ferramentas estratégicas que favoreçam o destaque no mercado. É, então, que o plano de marketing para cooperativas ganha força, ajudando a desenvolver estratégias que satisfaçam os atuais cooperados e conquiste novos, mantendo o sistema de cooperativa competitivo.

Quer saber como fazer isso? Siga conosco!

 O que é um plano de marketing?

O plano de marketing é um documento estratégico que ajuda a orientar as ações de marketing de uma empresa ou cooperativa.

Assim, um bom planejamento deverá contar com os principais objetivos de comunicação e marketing e o caminho que deverá ser percorrido para atingir essas metas.

O planejamento de marketing pode ser voltado para diferentes objetivos, como fortalecimento de marca, divulgação ou lançamento de um novo serviço, entre outros.

É, portanto, uma ferramenta de gestão que ajuda as cooperativas a se manterem competitivas e ainda que consegue evitar erros e facilitar a jornada até o sucesso.

Diferenças entre cooperativa e empresa tradicional

Para que o plano de marketing realmente seja estratégico, é muito importante compreendermos as diferenças entre cooperativa e empresa tradicional.

A cooperativa é uma sociedade de pessoas com o principal objetivo de prestar serviços. Nela, o número de cooperados é ilimitado e o seu controle é democrático, sendo que cada associado tem direito ao voto. Outra característica importante é que o cooperante é sempre dono e usuário da sociedade e as quotas não podem ser transmitidas à terceiros.

Já uma empresa tradicional, de capital, tem como principal objetivo o lucro e conta com um número limitado de acionistas. É uma sociedade de capital que funciona hierarquicamente, com os dividendos retornando aos sócios de forma proporcional à quantidade de ações.

Por que é importante desenvolver um plano de marketing para cooperativas?

equipe utilizando post it e discutindo plano de marketing para cooperativas

O plano de marketing para cooperativas é uma ferramenta estratégica extremamente importante.

Embora, como vimos, um sistema de cooperativa funcione de maneira diferente de uma empresa tradicional, ele continua necessitando se posicionar adequadamente no mercado, especialmente para fazer valer seu produto, sua marca e atrair novos cooperados.

Assim, por meio de um planejamento estratégico de marketing, a cooperativa conseguirá:

  • analisar a situação atual do mercado (tamanho, oportunidades, necessidades, tendências etc.);
  • avaliar seus produtos e serviços e como eles se adequam a essas características do mercado;
  • compreender melhor seu público-alvo e seus cooperados;
  • avaliar a situação da concorrência (identificando os principais concorrentes, seus diferenciais, pontos fortes e fracos e outros);
  • identificar oportunidades de negócio;
  • analisar seus canais de distribuição;
  • avaliar o macro ambiente (tendências demográficas, econômicas, tecnológicas, políticas e socioculturais);
  • melhorar seu posicionamento, linha de preços e produtos/serviços;
  • melhorar suas propagandas e promoções de venda;
  • realizar pesquisas e desenvolvimento e pesquisas de marketing.

Como montar um plano de marketing para cooperativas?

Já está convencido da importância do plano de marketing para cooperativas? Para lhe ajudar, elaboramos alguns passos importantes que podem ser seguidos durante a etapa de desenvolvimento do seu planejamento estratégico. Confira.

Situação da cooperativa

Antes mesmo de começar a desenvolver o plano de marketing para cooperativas, é importante analisar a situação interna da cooperativa e do mercado onde ela está inserida. O objetivo é detectar situações favoráveis e desfavoráveis e também os pontos fortes e fracos em relação aos concorrentes. Uma dica é aplicar a análise SWOT.

A partir do levantamento dessas informações, pode-se passar para os passos subsequentes, pois você já terá uma visão mais ampla sobre a sua cooperativa e sobre o seu setor de atuação.

Objetivos de marketing

Os objetivos podem ser de curto, médio ou longo prazo e dependem do porte e do ramo de atividade da cooperativa. É importante que as metas sejam claras, mensuráveis e permitam ser acompanhadas durante o tempo.

Ou seja, se a sua meta é aumentar a captação de cooperados, estipule em quantos por cento deseja crescer e em qual período. Assim, será mais fácil fazer o acompanhamento desse objetivo, verificando se as ações adotadas têm trazido os efeitos esperados.

Recursos da cooperativa

É importante que os recursos da cooperativa estejam em sintonia com os objetivos listados. Não apenas os recursos financeiros, mas também materiais e humanos.

Por exemplo, se a meta é começar a trabalhar com marketing digital, será preciso montar uma equipe (interna ou externa), utilizar softwares, desenvolver um site e assim por diante. Todos esses pontos precisam de recursos e é fundamental entender se há a capacidade de obtê-los.

Vantagem competitiva

Nesse ponto, a ideia é compreender a vantagem que a cooperativa possui em relação aos seus concorrentes, tanto em níveis econômicos como estratégicos.

São muitas as possibilidades, como: valor da marca, foco no cliente, qualidade do serviço, distribuição, produção com baixo custo, equipe gerencial etc. Entender o que lhe faz diferente é de suma importância para poder divulgar essa vantagem de maneira adequada.

Compreensão dos cooperados

Quem forma a sua base de cooperados? Por que essas pessoas resolveram aderir à cooperativa? O que elas desejam? Compreender esses pontos é fundamental para um bom plano de marketing para cooperativas.

Especialmente se uma das suas metas é atrair mais cooperados e fortalecer a sua marca. Você também poderá incluir uma análise do seu público-alvo, entendendo mais a fundo as pessoas que compram seus serviços e o que elas desejam, suas dúvidas, medos, anseios e necessidades.

Dessa maneira, será mais fácil direcionar as suas ações para o perfil certo.

Estratégias de marketing

Agora é o momento de definir o caminho que será percorrido para atingir seus objetivos. As estratégias, portanto, materializam as metas e concretizam a campanha de marketing da cooperativa.

Para definir as melhores estratégias, considere os 4 Ps do marketing, que são: Produto (variedade, qualidade, design e características, nome da marca, serviços, garantias etc.), Preço (lista de preços, descontos, condições, prazos de pagamento, condições de crédito etc.), Praça (canais, cobertura, localização, estoque, transporte) e Promoção (promoção de vendas, propaganda, forças de vendas, relações públicas, marketing direto etc.).

As estratégias devem estar em sintonia com o que você vende, os diferenciais da sua cooperativa, o seu mercado e o público que deseja alcançar, além dos recursos disponíveis.

São inúmeras estratégias que podem ser usadas, desde ações offline até online. No meio digital, boas ideias são:

  • marketing de conteúdo;
  • desenvolvimento de blog institucional;
  • relacionamento com cooperados e clientes via e-mail marketing;
  • Google Ads;
  • marketing nas mídias sociais;
  • Facebook Ads, Instagram Ads e outros links patrocinados nas redes sociais;
  • Inbound marketing;
  • SEO;
  • entre outras ações.

Plano de ação

Após pensar nas estratégias, crie um cronograma de ações para cada uma delas. Por exemplo, se a ideia é usar o marketing de conteúdo, desenvolva um cronograma com os temas e dias das postagens, responsáveis por cada etapa, métricas a serem analisadas, tempo esperado de retorno e outros pontos essenciais.

Não se esqueça de incluir um cálculo dos valores para a execução de cada etapa do plano de marketing para cooperativas, aproveitando para analisar o retorno sobre o investimento (ROI) de cada ação e o custo de aquisição de cliente (CAC).

Conclusão

Neste conteúdo, você viu que plano de marketing para cooperativas é uma ferramenta estratégica de suma importância, ajudando a posicionar melhor a marca, a diferenciá-la da concorrência e a atrair novos cooperados, além de fidelizar os antigos.

Quando bem executado, o planejamento estratégico de marketing ajuda a evitar possíveis erros, a otimizar o orçamento e a compreender mais a fundo a cooperativa e as características do mercado, analisando de perto as ameaças e oportunidades.

Para realizar esse plano, é importante conhecer bem a sua própria cooperativa e o mercado, analisar o perfil dos cooperados, compreender os diferenciais dos serviços e da própria marca e estabelecer adequadamente os objetivos de curto, médio e longo prazo, traçando ações que estejam em sintonia com todos esses pontos e com os recursos disponíveis (financeiros, físicos e humanos).

Gostou de saber mais sobre o plano de marketing para cooperativas? Assine a nossa newsletter e receba dicas bacanas como esta diretamente no seu e-mail!

Agência referência
de marketing digital

Somos especialistas em trabalhar com empresas de vendas complexas B2B.

Conheça a Ingage

Receba uma
proposta comercial

Soluções personalizadas com foco no relacionamento e retorno financeiro para nossos clientes.

Fale com um consultor

Gostou do texto?

Não perca o nosso próximo artigo! Inscreva-se em nossa newsletter.

Obrigado por se inscrever!