Mudanças Google Adwords 2016: O Google Está Mudando a Forma de Exibir os Anúncios?

Gabriel Motta
Gabriel Motta - 29 de fevereiro de 2016

Como era e o que exatamente muda para os anunciantes do Google Adwords?

Foi anunciado, na última semana, que o Google está alterando a forma de exibir os anúncios do Google Adwords. Ao longo dos últimos anos, os anúncios do Google eram exibidos acima dos resultados orgânicos, na parte superior da página de pesquisas.


Muitas vezes, eles também eram exibidos na página inferior da página, abaixo dos resultados orgânicos. E, por fim, em desktops e notebooks, também eram exibidos anúncios na coluna lateral, à direita da tela, ao lado dos resultados orgânicos.

google-adwords-antes-depois.png

Pois bem, a partir de agora, este último posicionamento dos anúncios do Google Adwords não vai mais existir.  Essencialmente, as principais mudanças no Google Adwords são as seguintes:

MUDANÇAS NO GOOGLE ADWORDS: O QUE MUDA PARA OS ANUNCIANTES

Os anúncios da lateral foram desativados. Somente aqueles que aparecem acima e abaixo dos resultados orgânicos, nas partes superior e inferior da página, serão mantidos.

Veja Como Escrever Anúncios Matadores Para o Google Adwords

Os anúncios que aparecem nas primeiras posições, na parte superior da tela, poderão passar de três para quatro, dependendo da relevância comercial e competitividade do termo pesquisado.

google-adwords-mudancas-para-anunciantes-2016.png

Por exemplo: “tênis da Nike”, ou “iPhone 6” são termos que tendem a ter quatro resultados de pesquisa nas primeiras posições da primeira página, e mais três nas últimas posições, por serem termos de alta concorrência entre anunciantes no Google   

Nada muda para usuários do Google em smartphones, já que neste formato de visualização, os anúncios só aparecem em cima e embaixo dos resultados orgânicos.

Por que, exatamente, as mudanças no Google Adwords aconteceram?

Segundo o próprio Google, a decisão foi tomada depois de muitos anos de pesquisa, e foi baseada na experiência do usuário. Em termos práticos, isso significa tornar os anúncios ainda mais relevantes para quem pesquisa. Para os anunciantes, representa uma série de coisas.

Anunciar no Google Adwords vai ficar mais caro?

Esta é a pergunta que todo anunciante está se fazendo, e com razão. É possível deduzir que sim se levarmos em consideração a lei da oferta e da procura. Há menos espaço e possibilidade de aparecer na primeira página do Google agora. Logo, para garantir seu “lugar ao sol”, pode ser que você precise recorrer a lances mais agressivos do que aqueles que você tem hoje na sua campanha. Na prática, no entanto, será preciso esperar para entender o que realmente vai mudar em termos de investimento e estratégias de lances. Nessa hora, aproveite para entender Como Calcular o ROI das Campanhas de Google Adwords.

O que muda para os resultados orgânicos do Google Adwords?

Mais espaço destinado aos anúncios significa menos espaço para os resultados orgânicos de pesquisa. Por isso, quem trabalha com Inbound Marketing e SEO também precisa ficar atento a estas mudanças. Conquistar um bom rankeamento orgânico pode se tornar um pouco mais complicado a partir de agora.

Mas calma! Como minha marca será impactada pelas mudanças do Google Adwords?

Ainda é muito cedo para tirar quaisquer conclusões. Tanto para profissionais de Links Patrocinados quanto para profissionais de Inbound Marketing ou SEO, o momento é de atenção, mas não necessariamente de preocupação. Analise os dados que você tem hoje, os que você teve nos últimos meses e comece a observar a partir de agora.

Pode ser que leve semanas ou até mesmo meses para que esta alteração tenha impacto real no seu trabalho. Fique atento e conte pra gente sobre suas dúvidas. Pode ser que tenhamos a solução ideal para os seus próximos desafios, seja para conquistar sua posição na primeira página de pesquisas de maneira orgânica, ou para garantir que seu anúncio seja exibido na primeira página do Google, por meio de campanhas de mídia no Google Adwords.

Gostou do texto?

Não perca o nosso próximo artigo! Inscreva-se em nossa newsletter.

Obrigado por se inscrever!