Meus Prospects são Decisores: O Inbound Marketing Funciona Pra Mim?

Gabriel Motta
Gabriel Motta - 4 de janeiro de 2016

inbound-marketing-negocios.jpg

Uma das dúvidas que envolvem empresas que possuem como público-alvo os tomadores de decisão é: o inbound marketing é a estratégia correta e funciona pra gente? Mas os Diretores de empresas estão nas redes sociais? Eles lêem artigos? Onde vivem e o que comem? (Tá bom, exagerei!) Chega a soar estranho, mas falarmos que os tomadores de decisão não estão nas redes é quase como se falássemos que eles não são seres sociais. Hoje, todo o propósito de entretenimento online é focado em engajamento e conteúdo, prova de que a interatividade é uma constante dinâmica na vida de todas as pessoas. Inclusive dos executivos.


 

inbound-marketing-para-empresas.jpg

Imagine o modelo de novo líder que teríamos, se o mesmo não fosse engajado com sua equipe?

Vou citar como exemplo o caso da Azul Linhas Aéreas que em 2012 teve 450 vôos cancelados (!!!) por conta de um problema com um avião cargueiro de outra operadora. Na época, o Diretor de Comunicação GianFranco respondeu pessoalmente aos comentários na página da empresa no facebook em tempo real. Isto gerou empatia e muita positividade, pois as pessoas perceberam todo o esforço da companhia em todos os níveis em sanar os problemas caso a caso.

inbound-marketing-redes-sociais.jpg

“A satisfação do cliente começa com o presidente servindo de modelo – falando, ouvindo, respondendo, respeitando, criando e vivendo o ambiente e deixando a porta aberta para todos os funcionários em todos os momentos” Desantnick

Pode ser que eles não tenham tanto tempo para ficarem navegando pela web, por conta de tantas tomadas de decisão, mas sim – eles se interessam por saber como está o relacionamento de sua(s) empresa(s) com o seu público online e sua vida pessoal, idem. Se o último exemplo que dei ainda não é suficiente, aqui vai outro somente para ilustrar:

inbound-marketing-twitter.jpg

Espero que tenha reconhecido a importância de encontrar o seu público na internet. Hoje, já é identificado que 93% dos processos de compra de produtos e serviços se iniciam em busca online. Vou lhe dizer que com este número, te dou certeza absoluta de que temos muitos diretores de empresas realizando compras de produtos e serviços online e principalmente: procurando saber sobre o seu produto e/ou serviço.

63% de uma decisão de compra B2B é definida antes mesmo do consumidor entrar em contato com o fornecedor

Hoje em dia, vemos cada vez mais pessoas engajadas e conectadas, interagindo mesmo que de forma indireta nos processos de compra de produtos e serviços online. Mas onde estão os outros Decision Makers? Eles tem medo.

Medo do que seus companheiros de trabalho irão dizer, medo de se expressar mal e causar uma discussão online, inseguranças, vazamento de informações e claro: a famosa falta de tempo.

Um excelente planejamento de conteúdo é muito importante para matar de vez esta sua dúvida. Na Ingage, por exemplo, escrevemos para vários perfis semi-ficcionais: são as chamadas buyer personas. Falamos para tomadores de decisão e para seus multiplicadores, que indicarão nossos serviços aos executivos responsáveis. Isto parece bobo e óbvio, mas muita gente não pensa nisto na hora de escrever. Acha que todo conteúdo deve ser gerado única e exclusivamente a um tipo de perfil, pois ele é quem “assina o contrato”.

Para isto, é importante ter em mente que em uma estratégia de planejamento de conteúdo em inbound compreende o conteúdo de topo, meio e fundo de funil – para atingir todos os tipos de perfis específicos pré-determinados – de acordo com cada estratégia, individualmente.

Escrever para quem quer conversar com a gente é muito gratificante, principalmente porque as empresas que nutrem seus leads hoje, geram 50% mais vendas a um custo 33% menor e têm um aumento de 20% nas oportunidades de venda.

Porém, todo o processo deve estar bem conectado com uma estratégia focada em metas e objetivos. Falei sobre isto no meu último artigo “inbound: as verdades que as agências não estão te contando” para você não cair nas mãos do Chacais da comunicação. É muito importante que garanta uma experiência incrível desde a chegada do inbound lead na casa até a etapa onde ele vira evangelista. Garanta a satisfação dele!

“Satisfação é o sentimento de prazer ou de desa­pontamento resultante da comparação do desempenho esperado pelo produto (ou resultado) em rela­ção às expectativas da pessoa” Kotler

Entenda a jornada do seu cliente e trate de forma diferenciada o seu inbound lead (escrevi sobre isto nas incríveis 5 dicas pra sua equipe se tornar craque em inbound sales!) isto vai fazer com que ele supere as expectativas e compreenda o seu processo diferenciado de vendas.

inbound-marketing-prospectos.jpg

Nunca desista do compromisso que fez ao iniciar uma estratégia de inbound integrando marketing e vendas para um excelente desempenho do seu time e entregue resultados surpreendentes.

Sim, o seu prospect está na rede e você sempre achará uma forma de surpreendê-lo e encantá-lo. Hoje, 80% dos consumidores preferem buscar informação de um serviço ou produto em uma série de artigos do que em um anúncio publicitário. O inbound é a estratégia certa pra você.

“Ser consumidor é ser humano. Ser consumidor é alimentar-se, vestir-se, divertir-se… é viver” Karsaklian

Espero que tenha gostado. Caso queira aprofundar no universo do inbound marketing aconselho você a dar uma olhada na página de materiais gratuitos da Ingage.  

Gostou do texto?

Não perca o nosso próximo artigo! Inscreva-se em nossa newsletter.

Obrigado por se inscrever!