Entenda se ainda vale a pena investir em Marketing no Facebook e quais são as melhores estratégias para isso!

Avatar Autor
Publicado por Gabriel Motta em 7 de outubro de 2013
Atualizado em 24 de junho de 2021

Diretor de operações e cofundador da INGAGE, Gabriel atua na área de Marketing Digital, colaborando para a construção de vários cases de sucesso.

O Facebook é a rede social mais acessada no Brasil hoje. São 35 milhões de contas ativas no país e quase 3 bilhões no mundo. O seu crescimento já é constante há alguns anos, chegando quase à capacidade máxima esperada de uma plataforma como essa. Os grupos, o chat e as novas ferramentas de venda justificam esses números.

Por outro lado, o Facebook tem entregado cada vez menos conteúdos orgânicos a seus usuários. E uma vez que seus algoritmos não priorizam conteúdos comerciais e com muito design no feed, as marcas acabam investindo mais em impulsionamento para gerar alcance.

Ou seja, as empresas e marcas que reuniram legiões de seguidores só conseguem, de fato, se comunicar com a maioria deles por meio de posts patrocinados — devido às mudanças em algoritmos, que preferem esse tipo de publicação.

Diante disso, fica o questionamento: incluir o Facebook no plano de Marketing ainda traz retornos positivos à empresa? Podemos adiantar que a rentabilidade do investimento depende da eficiência nas estratégias. Falaremos melhor sobre as ações de Facebook Marketing a seguir.

Como funciona o Marketing no Facebook?

O Facebook Marketing funciona com base na comunicação, apoiada em imagens, vídeos, links compartilháveis etc. A rede social de relacionamentos promove não só o encontro de pessoas, mas também o de usuários com as marcas. Esse é um espaço de interação, diálogo, pesquisas e descobertas.

Nesse sentido, as marcas novamente assumem o papel de disputar a atenção dos consumidores. Em vista disso, buscam o máximo de relevância e atratividade para interagir com o público, antecipando-se à sua necessidade, a fim de gerar engajamento.

É importante considerar que o Facebook é utilizado, em sua maioria, pelo aplicativo nos dispositivos móveis. E o poder dessa pequena tela é enorme: de acordo com estudos de neuromarketing, o nível de atenção nos smartphones, por exemplo, é 82% maior do que na TV. Enquanto isso, o de distração é 79% menor. Logo, podemos concluir que a comunicação pela rede social é bastante eficaz.

Por que as empresas anunciam no Facebook?

Tendo em vista a quantidade de usuários ativos e os dados de que o Brasil tem 134 milhões de pessoas conectadas à internet, não há discussão. As redes sociais continuam sendo o palco mais efetivo para localizar a audiência das empresas, convencê-las por meio de recursos imagéticos e fechar negócio.

O Facebook também é um espaço em que os usuários fazem pesquisas a respeito das marcas — do horário de funcionamento a curiosidades sobre preços, por exemplo. Ter uma rede social com interação rápida e ágil ainda é um benefício para os consumidores. É por isso que as empresas continuam investindo nessa proposta.

Para se ter uma ideia, um dos recursos de e-commerce do Facebook é usado por 47% das empresas para vendas online. Com o propósito de divulgação da marca, o número é ainda maior: são 80% das organizações que aproveitam os benefícios da rede social.

Quais são as estratégias de Facebook Marketing?

Um planejamento de Facebook Marketing eficiente começa na compreensão do seu público. Quem são os potenciais compradores e promotores da sua marca? Eles são assíduos nessa rede social?

Considere a atual migração do público mais jovem a plataformas como o Instagram e o Tik Tok. Isso contribuiu para o amadurecimento da audiência do Facebook. Mas isso não significa que as novas gerações tenham abandonado de vez essa rede social.

Com a segurança do público ideal, parta para a criação ou aprimoramento da página da empresa no Facebook. Ela deve transmitir credibilidade, desde a escolha das fotos de capa e perfil às informações agregadas. Esse será o espaço da marca na rede social, que reunirá feedbacks dos clientes, publicações e o comércio online, se for o caso.

Para dar mais credibilidade à página, considere também dar atenção aos seguintes quesitos:

  • URL da página — deve ser otimizada com o nome da empresa, tendo em vista que essa prática facilita o ranqueamento nos motores de busca;
  • guias personalizadas — ficam, geralmente, ao final da página e são boas oportunidades para convidar os consumidores a algum tipo de ação;
  • integração de Facebook e site institucional — dessa forma, fica mais fácil direcionar os potenciais compradores para o seu e-commerce ou site, por exemplo.

Como promover a sua marca no Facebook?

O primeiro fator para se ter em mente sobre Facebook Marketing são as métricas verdadeiramente importantes para seu negócio. De nada vale ter muitos seguidores se eles não comentam, compartilham e reagem às publicações — que são as ações que demonstram engajamento. Logo, considere as seguintes estratégias para promover o Marketing no Facebook!

computador aberto em página de empresa mostrando que ainda vale a pena investir em marketing no Facebook

Defina o orçamento para Facebook Ads

Para impulsionar o seu conteúdo, atingindo uma fatia maior de sua audiência, ou para atrair tráfego mais rapidamente, você precisará investir. Por isso, deve incluir em seu orçamento de Marketing uma verba destinada às suas ações no Facebook.

Considere ações rotineiras como conquistar novos fãs e impulsionar publicações, bem como as específicas, relacionadas a datas comemorativas, que exigem uma verba maior. Certifique-se de estar bem amparado por bons profissionais da área e não subestime o poder da grande rede.

Invista na segmentação

Com objetivo de conquistar maior retorno sobre o investimento com Facebook Ads, é importante fazer a segmentação da sua audiência. Ao personalizar quem vai receber prioritariamente cada publicação, é possível alcançar as pessoas certas e ter mais chances de convertê-las em clientes fiéis.

A ferramenta Audience Insights pode ser bastante valiosa nesse momento. Com os dados de engajamento e comportamento em mente, crie listas de clientes personalizadas. Existem diferentes formas de segmentar a sua audiência: vale escolher a que funciona melhor para o seu negócio.

Entre os principais benefícios da prática, é possível:

  • trabalhar o remarketing para recuperar algumas potenciais conversões;
  • encontrar clientes com perfis semelhantes ao seu público-alvo com o Lookalike;
  • enviar publicações de acordo com o estágio do funil em que o cliente se encontra.

Faça conteúdos eficientes

Assim como você aposta em conteúdo de qualidade para o seu blog corporativo, o Facebook precisa desse mesmo cuidado. Ainda considerando os algoritmos que definem a relevância de uma publicação, é importante provar valor e, de fato, mostrar aquilo que o seu público deseja ver.

Mas o que configura um conteúdo eficiente? Segundo o Facebook, o nosso cérebro é capaz de processar uma imagem 60 mil vezes mais rápido que um bloco de texto. Isso quer dizer que, para muito além de palavras relevantes, apostar nos recursos imagéticos faz todo o sentido para as estratégias de Marketing na plataforma.

Hoje, também há a possibilidade de criar enquetes ao vivo. Essa também é uma maneira de engajar o público e convidar ao diálogo, humanizando a marca.

Aposte nos conteúdos em vídeo

De acordo com dados coletados pelo próprio Facebook, os usuários passam 20% de seu tempo online assistindo a vídeos. Isso corresponde a 100 milhões de horas. Só esses números já justificam a importância de criar conteúdos relevantes nesse formato para alcançar a audiência.

Vale considerar que muitos deles assistem aos vídeos em público, enquanto aguardam algum serviço e, por isso, não podem acionar o som. Ao produzir esse tipo de conteúdo, inclua legendas fáceis de visualizar e que favoreçam a usabilidade na plataforma.

O Facebook ainda indica recursos de Facebook Live a serem explorados pela empresa. Eles ajudam no engajamento de público, a depender da estratégia utilizada. Como exemplo, temos que um vídeo ao vivo tem 10 vezes mais comentários do que um gravado previamente.

Uma das últimas tendências envolve live commerce, em que as marcas disponibilizam seus produtos ao vivo para vendas. Esse é um bom exemplo de aposta para inserir o recurso no plano de Marketing.

Ofereça um bom atendimento

Facebook e Marketing, como visto, são uma parceria de sucesso. Para reforçar a imagem da marca nesse mercado das redes sociais, há que se lembrar do atendimento ao consumidor. A comunicação é o carro-chefe desse relacionamento, e os usuários esperam agilidade nesse sentido.

É interessante que uma pessoa da equipe fique responsável por responder dúvidas, reclamações e sugestões no Facebook — seja pelo chat, seja nas publicações ou espaço de feedback da página. O importante é que ninguém seja ignorado, para aumentar a credibilidade do negócio e garantir a fidelização de público.

Quais são os erros que você não deve cometer em campanhas de Marketing no Facebook?

Um passo errado pode colocar em risco toda a sua estratégia de ganhar projeção com o Facebook. Para fazer com que sua campanha de Marketing na grande rede seja bem-sucedida, selecionamos os 5 erros que você não deve cometer. Confira a seguir!

Comprar seguidores

Apesar das diferenças na entrega, existe uma regra em comum tanto nas redes sociais quanto no Google: o público vai receber o que o algoritmo considera relevante. Se você investe em compra de seguidores em vez de qualidade, terá números de vaidade e não um engajamento real para sua página.

Falta de foco

O tempo e as tecnologias avançam, mas bons conselhos nunca perdem a validade. Lembra aquele ditado que diz “melhor um pássaro na mão do que dois voando”? O recado é simples: faça suas escolhas e não queira abocanhar tudo. O risco de ficar sem nada é alto.

O mesmo vale para a sua campanha de Marketing no Facebook. Não adianta querer atingir todo mundo! Novamente, reforçamos: a falta de segmentação pode minar suas expectativas. Afinal, a mensagem tende a ser tão abrangente que será vazia para a maior parte dos internautas.

Além disso, qual é o objetivo em criar mensagens para um público que não o seu? Identifique a sua audiência em potencial e foque os investimentos nela.

Investimento insuficiente

Investir em publicidade nas redes sociais pode ser caro. Dependendo do tamanho da empresa, as estratégias requerem aplicações de R$ 50 mil a R$ 100 mil. Mas, nesse quesito, é necessário avaliar o custo-benefício da ação. Se você tem um potencial de público no Facebook, é algo que vale a pena para alcançar um maior número de pessoas.

Um dos erros é subestimar o investimento em Facebook Ads. Aplicar quantias muito inferiores não rende os resultados esperados e se mostra um desperdício de capital. Por isso, é importante definir um bom valor — se necessário, com ajuda de especialistas no assunto.

Criatividade em baixa

Por mais que o formato de uma campanha tenha sido satisfatório, ao se tornar repetitivo ele tende a converter menos. As campanhas precisam ser inovadoras e criativas. Lembre-se de que você disputa a atenção dos usuários da rede com seus concorrentes, e, para se destacar, é necessário apresentar ações diferentes das convencionais.

Deixar de interagir

O Facebook é uma rede de relacionamentos. Por isso, a interação é uma das chaves para o sucesso. Quando a sua publicação consegue atrair a audiência desejada, há engajamento. Mas se essa participação é ignorada, a probabilidade de você perder o público alcançado é grande.

Além disso, devido aos algoritmos da rede social, quanto menos interação sua página tiver com o usuário, menor será sua relevância para seus fãs. Isso significa que suas mensagens passarão a aparecer para uma quantidade menor de pessoas, tendendo ao fracasso.

Lembre-se sempre da importância em estar conectado aos usuários e da necessidade de responder dúvidas, críticas e elogios criteriosamente. Uma resposta mal formulada pode trazer repercussão negativa em grandes proporções para a sua empresa. Seja claro, objetivo, interativo e cordial!

Ter apenas números como meta

Conseguir um número impressionante de curtidas, compartilhamentos, comentários, alcance (visualizações) e cliques nas publicações é o sonho de todo empresário que investe em Marketing no Facebook.

Contudo, existem dados qualitativos tão relevantes quanto os quantitativos, já que nem todo usuário do Facebook tem o perfil de interação. O relacionamento que está sendo desenvolvido com o seu cliente e o que as pessoas têm falado sobre a sua marca na rede são algumas destas. Os números mais expressivos vêm como consequência natural do trabalho.

Agora você já entende que vale a pena investir nessa ideia e conhece os acertos e alguns dos erros mais comuns nas estratégias de Facebook Marketing. Vale revisar o que tem sido desenvolvido e, se for o caso, repensar as suas estratégias! Ter profissionais especializados para executá-las pode fazer a diferença.

Antes de ir embora, convidamos você para mais uma leitura! O Facebook foi palco da disseminação de notícias falsas há alguns anos, o que afastou muitos usuários. Então, saiba como prevenir as fake news nas redes sociais para tirar o melhor proveito delas!

Mini Logo Ingage

Agência referência
de marketing digital

Somos especialistas em trabalhar com empresas de vendas complexas B2B.

Conheça a Ingage
Mini Logo Ingage

Receba uma
proposta comercial

Soluções personalizadas com foco no relacionamento e retorno financeiro para nossos clientes.

Fale com um consultor
Personagem Newsletter

Gostou do texto?

Não perca o nosso próximo artigo! Inscreva-se em nossa newsletter.

Obrigado por se inscrever!