Marketing digital para ONGs: como montar sua estratégia?

Gabriel Motta
Gabriel Motta - 7 de junho de 2017

O engajamento digital chegou ao terceiro setor! É isso mesmo: se a ONG na qual você trabalha ainda está apostando no trabalho com promotores nas ruas e contato com doadores via telefone, ela está perdendo a chance de conhecer o ativismo digital.

Se você não sabe o que ativismo digital quer dizer, é bem simples: ao investir no marketing digital para ONGs, torna-se possível expandir a divulgação de movimentos sociais e de projetos realizados pela organização, fortalecer sua influência sobre os demais setores da sociedade, conseguir maior apoio da população, bem como arrecadações financeiras. Assim, é possível expandir seus impactos. Mas antes de mais nada, é necessário dizer que, para alcançar todos esses resultados, você precisa conhecer algumas estratégias de marketing digital inovadoras que contribuem para os negócios sociais.

Como funciona o marketing digital para ONGs? Quer saber quais são as melhores estratégias? Continue a leitura para conhecê-las!

Como o marketing digital pode ajudar sua ONG?

Você já deve saber que trabalhar para organizações não governamentais é muito gratificante. Porém, a verdade é que, na prática, as ONGs passam por maus bocados para sobreviver e precisam sempre da colaboração de empresas e da comunidade em geral para conseguir conquistar seus objetivos.

Para dificultar ainda mais, por questões financeiras, ONGs raramente investem em mídia e publicidade, contando apenas com o boca a boca. Há vezes em que empresas de comunicação as apoiam.

No entanto, quando isso não acontece, essas organizações têm dificuldades para anunciar seus projetos, sofrem para engajar voluntários e arrecadar fundos. Nesse cenário que entra o marketing digital, o qual pode ajudá-las a crescer por meio da internet. É verdade que cada ONG possui vários objetivos, mas listamos dois dos principais para que você veja o que as estratégias digitais são capazes de fazer:

Encontrar mais voluntários

Voluntários são imprescindíveis para a existência de qualquer organização do terceiro setor. É por isso que elas, constantemente, estão à procura de pessoas que possam se sensibilizar com a causa. Seja para serem capazes de oferecer trabalhos de maior qualidade ou para aumentarem o número de prestação de serviços.

O marketing digital pode ajudar de várias formas a conquistar mais voluntários. Em primeiro lugar, você pode criar um blog para mostrar a rotina da ONG, as dificuldades por ela enfrentadas e a sua importância para a região onde atua, a partir de imagens e vídeos.

Outro ponto importante na hora de encontrar voluntários é sensibilizá-los e usar o lado emocional das pessoas ao seu favor. Você pode, por exemplo, coletar depoimentos daqueles que recebem ajuda da sua ONG para mostrar que seus resultados são reais. Usar vlogs ou videologs é uma ótima alternativa para isso e atrairão outras pessoas que desejem participar dessas ações sociais.

Outra forma de conseguir novos voluntários é utilizar as opções de compartilhamento encontradas nas mídias digitais. Pode até ser que o leitor do blog não chegue a se tornar um voluntário, mas ele pode colaborar compartilhando e divulgando os seus projetos. Dessa maneira, mais pessoas encontrarão a ONG.

Conseguir mais doações

Angariar fundos também pode parecer uma tarefa quase impossível. Isso pode até soar básico para você, contudo, é sempre bom lembrar que um website pode ser a peça que faltava para a sua ONG. Se ela já possui um e os resultados são escassos, desconfie de que você não esteja utilizando-o de forma eficaz.

O site de uma ONG deve ser bem produzido e atrativo para os visitantes. Para isso, ele precisa envolver os leitores, desenvolvendo neles a necessidade de fazer parte da organização e de ajudar financeiramente. A criação de um blog também entra aqui como uma boa opção.

Um ponto a ser destacado é que, mesmo que algumas pessoas cheguem a apertar o botão para doar, elas nem sempre finalizam essa ação e esse problema pode se dar porque o seu site é muito complicado de navegar ou demora muito para carregar. Então, lembre-se de utilizar ferramentas simples para melhorar esse processo.

Qual é a importância do conteúdo nas ações de marketing digital para ONGs?

Para o sucesso social de entidades filantrópicas, o marketing de conteúdo nunca poderá ser dispensado. Pense que você precisa se conectar com seu público-alvo de forma a sensibilizá-los, atrair novos investidores e encorajar o suporte à sua ONG.

Apenas com uma estratégia de conteúdo bem planejada, você conseguirá atingir um grande impacto e não falhar com a sua missão. Abaixo, veja algumas ideias acessíveis de como você pode fazer isso:

1. Organize uma campanha

O primeiro passo é organizar uma campanha para a sensibilização do público-alvo. Para isso, é preciso definir o perfil do target e desenhar personas, alinhando a produção de conteúdo a elas, a mensagem a ser direcionada e a linguagem que será usada.

Cronograma de publicações

Depois, faça um cronograma de publicações. Isso é, defina datas e horários para o lançamento de artigos, tanto para as redes sociais quanto para o blog.

Palavras-chave

É fundamental pesquisar por palavras-chave a serem usadas no conteúdo de forma a otimizá-lo para os sites de busca, como Google. Uma ferramenta que pode lhe ajudar nessa tarefa é o KeywordPlanner.

Chamadas para a ação

É importante que o conteúdo seja persuasivo e de qualidade. No fim de cada um deles, você deve chamar os leitores para fazerem suas doações. Então, nunca se esqueça de colocar um CTA (call to action), como “clique aqui e faça sua doação agora mesmo!”.

2. Chegue até o público a partir das redes sociais

Procure se informar sobre quais são as redes sociais mais utilizadas pelo seu público-alvo, monte uma estratégia para cada uma delas, com chamadas impactantes, hashtags e horários para publicação, interagindo sempre com o seu target. Aqui, um ponto importante a ser lembrado é que, quando sua ONG se inicia no marketing digital, você precisa estar sempre disponível para as suas personas, mantendo presença online diária.

Deve-se responder comentários e mensagens, estimulando os usuários a interagirem. Essa é uma forma bastante eficiente de conseguir a captação de recursos financeiros e ganhar mais relevância e visibilidade no cenário nacional.

Grupos e fóruns de discussão

É interessante participar de fóruns e grupos de discussão sobre assuntos que estejam ligados aos projetos da sua ONG. Apenas tenha cuidado para não abordar as pessoas de forma invasiva. Uma boa maneira de fazer isso é postar o link para o seu blog e convidar os leitores a participarem da sua campanha e conhecerem outras redes sociais.

Anúncios

Montar um plano de anúncios também é uma ótima forma de divulgar sua campanha, seja pelo Google Adwords ou pelo Twitter e Facebook Ads, por exemplo. Isso é essencial, principalmente no início da campanha, pois gera mais tráfego para essas mídias.

3. Acompanhe os resultados

Uma das grandes vantagens do marketing digital para ONGs é que ele lhe possibilita medir os resultados em tempo real. Você poderá checar como anda o alcance das suas publicações, as reações do público em relação a elas, se a campanha está sendo efetiva e rendendo recursos financeiros para os projetos sociais.

Para mensurar resultados é necessário que, antes, você defina métricas relacionadas a cada objetivo da campanha. Por exemplo: pode-se medir o tráfego, o engajamento, o número de usuários que chega até a página de doação e quantas doações são feitas de fato.

Dessa maneira, você poderá aperfeiçoar os resultados da arrecadação e buscar por outras estratégias, caso alguma delas não esteja rendendo resultados positivos. Para facilitar, utilize ferramentas de automação de marketing, as quais assumem a parte operacional, como envio de e-mail marketing e auto publicações. Enquanto isso, você pode ficar por conta das partes estratégicas.

Como realizar um planejamento de comunicação

Quando o assunto é marketing digital para ONGs, um grande desafio é saber realizar um planejamento de comunicação eficiente, que melhore o posicionamento interno e externo da organização. A pergunta chave aqui é: você conhece bem o funcionamento e os objetivos da sua ONG? Para lhe ajudar nessa tarefa, veja o passo a passo que preparamos especialmente para você:

  • A primeira coisa a se fazer é buscar por conhecimento. Procure por sites, livros e blogs especializados em marketing digital para se aprofundar sobre o assunto;

  • Conheça os processos básicos de um planejamento de comunicação. É preciso saber de cor pontos como a missão da ONG, suas metas e valores pelos quais ela zela;

  • Faça uma análise SWOT da ONG para avaliar o ambiente interno e externo, bem como analisar as suas fraquezas, forças, oportunidades e ameaças;

  • Peça feedbacks para quem trabalha na ONG e também para o seu público-alvo, doadores e voluntários. Críticas e elogios são relevantes para que você consiga fortalecer seu planejamento e melhorar sempre;

  • Defina e avalie três prioridades de posicionamento da ONG, sendo um para o ambiente interno, um para o externo e um que possa influenciar no impacto dos dois anteriores;

  • Alinhe as estratégias que você adotará. Alguns exemplos são CRM (gestão de relacionamento personalizado), Buzzmarketing (boca a boca) e marketing viral. Para tanto, é necessário que você conheça seu público-alvo;

  • Liste todas as personas do seu público-alvo e escolha quais terão maior prioridade no planejamento;

  • Depois, pense em quais produtos de comunicação podem ser utilizados: redes sociais, cartazes, newsletter ou mobile marketing;

  • Considere as necessidades da empresa a longo prazo e estipule um tempo para a reestruturação do planejamento. Você pode revisá-lo semestral ou anualmente, dependendo dos focos de atuação da ONG;

  • Determine etapas e prazos também para as personas. Alguns exemplos de etapas essenciais são: planejamento, execução, mensuração de resultados e relatórios;

  • Acompanhe constantemente os resultados para garantir que os objetivos traçados sejam alcançados. Elabore critérios claros que possam medir o impacto das suas ações;

  • Faça um esboço considerando os focos da ONG, estratégias usadas, produtos de comunicação e periodicidade de circulação. Em seguida, reflita sobre os valores e a missão da organização e veja se tudo está coerente.

Se estiver tudo certo, inicie as ações. Mãos à obra!

Bônus: plataformas digitais que podem ser úteis para sua ONG

Você elaborou vários projetos sociais interessantes para a ONG e todos estão envolvidos no processo. O que fazer para expandir o alcance da organização e melhorar os resultados? Listamos algumas ferramentas digitais que são fundamentais para impulsionar sua ONG:

Vakinha

É uma ferramenta de crownfunding online, em que você pode pedir ajuda financeira para um projeto social específico ou doações mensais para auxiliar nos gastos fixos da organização. Pense que serão milhares de potenciais doadores à disposição, aumentando as chances de auxílio à ONG.

Google Ad Grants

É fato que a maioria das empresas decidem anunciar no Google para aumentar o tráfego de seus sites. Mas a novidade é que há uma versão para projetos sociais chamada Google Ad Grants, que oferece até 10 mil dólares mensais para cada ONG que atende às qualificações exigidas, subsidiando seus anúncios.

E-solidário

É uma rede social feita especificamente para ONGs! Por meio da e-solidário, você pode se conectar com outras organizações e pessoas dispostas a ajudar seu projeto social.

Assim, você consegue doações, sejam financeiras ou de outros tipos de materiais que a organização esteja precisando. Você pode fazer postagens pedindo doações ou buscar por doações que foram ofertadas por outros usuários.

Atados

Se a sua ONG precisa de voluntários, aposte no site Atados! Ao se cadastrar no site, você estará em contato com outros negócios sociais, podendo compartilhar experiências com outras organizações. Além disso, o site te coloca em contato com pessoas que desejam trabalhar como voluntários em ONGs de vários lugares do país.

Por fim, é importante frisar uma questão: estratégias de marketing digital assertivas, geralmente, precisam ser produzidas por uma agência especializada. Portanto, não deixe de contar com uma equipe profissional para obter o retorno que você espera.

Viu como o marketing digital para ONGs pode ser importante? Agora, ficou mais fácil elaborar projetos sociais, divulgá-los, engajar voluntários e arrecadar fundos financeiros, não é verdade? Deseja nos contar sobre a sua experiência com o marketing digital para ONGs? Deixe seu comentário abaixo e até o próximo post!