Palavras-chave e o planejador de palavras-chave

Alexandre Monteiro
Alexandre Monteiro - 24 de Abril de 2017

Uma grande parte do quebra-cabeça do Inbound Marketing é o SEO e o Conteúdo. O centro dessas peças são as chamadas palavras-chave. Mas quando eu estou criando campanhas, estratégias e agendas de conteúdo, muitas vezes me perguntam: Como você consegue saber se as pessoas estão usando ou procurando determinadas palavras-chave? Muitos ficam presos apenas ao planejador de palavras-chave do Google mas existem outras opções que são fundamentais para extrair os melhores resultados do marketing de conteúdo da sua empresa.

Há uma infinidade de blogs sobre SEO e palavras chave lá fora mas eles não falam muito sobre este tema específico, portanto, criei este post. E porque eu sou do tipo “Quanto mais detalhes, melhor” – darei alguns passos para trás e começarei do início. Vamos lá?

Nesse artigo você vai aprender:

  1. O Que São Palavras-chave;
  2. Tipos de Palavras-chave;
  3. Importância das Palavras-chave para Empresas;
  4. Maneiras de Descobrir Quais Palavras-chave Seus Clientes Estão Usando (Incluindo Nas Redes Sociais);
  5. Como Encontrar Palavras-chave Novas;
  6. Como Avaliar Potencial das Palavras-chave já existentes;
  7. Melhores Ferramentas de Busca de Palavras-chave (planejadores de palavras-chave);
  8. FAQ sobre Palavras-chave Para Profissionais de Marketing e Mídia.

Então, o que é uma palavra-chave?

Tecnicamente falando, uma palavra-chave é “uma palavra que identifica elementos correlatos ou que pertençam a mesma área de interesse para fins de pesquisa.” Obrigado, Google. Agora, em Português; uma palavra-chave – nas palavras da HubSpot –  é na maioria das vezes, “uma palavra ou frase que é um tema de importância para uma determinada persona.”

Parece bastante simples, certo? E é. Para avançarmos mais um pouco, vamos falar sobre os diferentes tipos de palavras-chave – existem quatro classificações mais comuns:

TIPOS DE PALAVRAS-CHAVE – SIGNIFICADO DE CADA CLASSIFICAÇÃO:

  1. Palavras-chave amplas: são as palavras mais curtas – na maioria das vezes uma palavra sozinha. Embora essas palavras-chave são facilmente aplicadas à sua indústria ou empresa, elas provavelmente são facilmente aplicadas a muitas empresas dentro de sua indústria.
  1. Palavras-chave “Fat Head”: são semelhantes às palavras-chave amplas, mas são geralmente composta de duas ou três palavras-chave gerais, amplas.
  1. Palavras-chave “Chunky Middle”: é aqui que as palavras-chave mais e menos competitivas se cruzam. Jabez Lebret descreve-as como as “palavras-chave e frases que os potenciais clientes reais estão digitando em motores de busca todos os dias.”
  1. Palavras-chave de Cauda longa: são frases tipicamente mais longas ou uma série de palavras que são um pouco mais específicas sobre quem você é – tanto a sua empresa como sua indústria.

Eis alguns exemplos para facilitar – perceba que o nível de especificidade da pesquisa aumenta gradualmente, sendo as palavras-chave de cauda longa as mais específicas.

Ok, qual é a importância das palavras-chave para minha empresa?

Palavras-chave são importantes porque são a chave (viu o que eu fiz aqui?) para ganhar a introspecção em seus potenciais clientes “- suas personas comprador ideais ou  perguntas, pontos de dor, ou interesses. Como pesquisadores, sua audiência utiliza palavras-chave quando quer verbalizar tópicos na forma de pesquisas on-line, que procuram mais informações.

A HubSpot reduz a resposta para Por que eu preciso de palavras-chave? a três razões simples:

1) Palavras-chave são a fundação do seu conteúdo

Cada página de conteúdo (ou blog, ou oferta, ou e-mail) tem um tema principal, e esse tópico geral amarra de volta para uma palavra-chave ou frase-chave. Palavras-chave ajudam a estabelecer a base de seu conteúdo e dar aos seus visitantes uma compreensão da página. Por meio de uma lista de palavras-chave relevantes você pode montar o chamado Keyword Planning ou Planejamento de Palavras-chave para seu blog.

2) Palavras-chave dão propósito e entendimento para os leitores

Ao ler informações que encontram, os visitantes são rápidos para digitalizar o conteúdo de palavras-chave ou frases que inicialmente procuraram. Palavras-chave = ouro, neste caso.

3) Palavras-chave ajudam os motores de busca a indexar seu site

Nós já sabemos que os mecanismos de busca – como o Google – indexam o seu site. Um dos fatores utilizados para ler o seu site são as palavras-chave utilizadas, que ajudam a determinar a temática e relevância do conteúdo do seu site.

Como Wendy Boswell coloca, ferramentas de pesquisa de palavras-chave podem ser úteis nessa hora:

“Se você está procurando as palavras corretas para focar em um artigo conteúdo ou o site, avaliando quais são as palavras-chave populares do momento, ou obtendo uma ideia do panorama de buscas futuras para uma palavras chave, ferramentas de pesquisa de palavras-chave podem ajudá-lo a realizar todos esses objetivos e muito mais. “

5 MANEIRAS DE DESCOBRIR QUAIS PALAVRAS-CHAVE SUAS PERSONAS ESTÃO USANDO:

Quando se trata de descobrir quais palavras-chave seus potenciais compradores e clientes estão usando, há um passo a passo a ser seguido e é algo que eu levo muito a sério.

Abaixo listei algumas formas de obter alguns insights sobre quais palavras-chave as pessoas estão usando:

1) Analise as pessoas relevantes para a sua empresa

Seus clientes, potenciais compradores, funcionários, etc. Qualquer um que esteja familiarizado com o seu negócio, usa o seu produto, adquire seus bens … mesmo aqueles que escolhem um concorrente – essas são as pessoas a serem levadas em consideração. Então, faça seu para casa – quais perguntas que eles perguntando? Qual tipo de linguagem elas utilizam? Quais termos?  O que são “temas quentes” ou tendências?

 Quando você estiver fazendo isso, certifique-se de remover-se do processo e colocar-se no lugar da sua persona – use as palavras e termos que eles usam, faça perguntas do jeito que eles fazem, etc. Muitas vezes, as palavras-chave que um negócio pensa que devem usar não são os termos seus clientes estão realmente usando.

Ainda Não Criou a Sua Persona? Leia o Guia Buyer Personas e Crie Personas do marketing do zero – com questionário para uso

2) Utilize insights das redes sociais

Não negligencie seus canais de mídia social – especialmente quando se trata de tentar descobrir o que suas personas estão falando, perguntando, ou reclamando. Avanços e alterações das principais redes sociais trouxeram oportunidades de insights bastante interessantes:

Facebook:

O Facebook tem feito uma série de alterações em sua ferramenta de pesquisa para proteger ainda mais as informações de seus usuários. Contudo, ainda é possível extrair dados relevantes sobre as pessoas que curtem ou falam publicamente sobre sua marca – ou em grupos públicos – por meio do monitoramento das redes sociais.

Além disso, na ferramenta Facebook Insights é possível visualizar estatísticas e dados sobre a audiência que curte sua página – bem como aqueles que recebem o seu conteúdo:

  • Idade e Sexo da Audiência
  • Localidade
  • Idioma
  • Horário e Dias de Pico na Página

Além disso, o Facebook Insights permite que você visualize importante dados sobre a performance do conteúdo publicado – como nível de engajamento,  formato de postagem que está funcionando melhor , alcance orgânico e pago, entre outros.

O Facebook também têm uma barra de ferramentas chamada Facebook Trending no lado direito do seu feed de notícias. Ela mostra os temas mais populares no momento,  e a opção de limitar em um tema específico, entre Política, Ciência e Tecnologia, Esportes e Entretenimento.

Twitter:

O Twitter, na verdade, tem duas maneiras diferentes de obter um olhar sobre o que as pessoas estão falando. E a boa notícia é que você não tem que realmente tweetar você mesmo para vê-los (embora você tenha que seguir os outros a partir de uma conta.) Na barra lateral esquerda da página inicial do Twitter, você pode ver os trending topics; estes podem ser adaptados com base na localização e interesse. Você também pode usar a funcionalidade de pesquisa do Twitter para Trending Topics, palavras-chave e hashtags.

Google+:

Quando você acessar sua conta do Google+, você pode ir para a página de Tendências – semelhante ao Facebook e Twitter – para ver quem está falando sobre o que no Google+.

YouTube:

Como nas plataformas de mídia social, o YouTube também tem um painel de Tendências, que mostra quais são os vídeos e tópicos mais populares. Você pode aproximar a imagem destas tendências, selecionando uma cidade, estado ou país, um grupo de idade e sexo. De acordo com o YouTube:

“Trending Topics são temas de palavras-chave através de algoritmos gerado no título, tags e descrição do vídeo dentro de conjuntos de vídeos que estão atualmente subindo em popularidade. Vídeos em alta são baseados em visualizações de vídeos embutidos e visualizações no YouTube”.

Entenda como Anunciar no Youtube Com Palavras-chave

3) Explore o SEMRush

O SemRush é uma das melhores opções para o monitoramento das palavras-chave relevantes para seu site, e permite também uma análise das palavras chave utilizadas por seus principais concorrentes. Além disso, o SEMRush permite que você crie “Site Audits” que mapeiam os principais erros de SEO do seu site, apontando diretamente da plataforma os links diretos dos erros.

4) E TAMBÉM O HUBSPOT KEYWORD GRADER

O HubSpot Keyword Grader permite que os utilizadores obtenham informações em tempo real e estatísticas sobre palavras-chave que são mais relevantes para o seu negócio e indústria. Você pode comparar palavras-chave, o volume de pesquisa, classificação e muito mais – tudo em um só lugar.

5) Faça uso das ferramantas gratuitas do Google

Provavelmente não é nenhuma surpresa que o Google tem um conjunto completo de ferramentas para ajudá-lo a mapear  das palavras-chave e frases. E, neste caso, eles têm algumas ferramentas para ajudar os profissionais de Marketing e SEO:

Google Trends

Esta ferramenta é uma das minhas favoritas – ela me fascina. Ela permite obter um olhar sobre as bases de dados das buscas do Google. Você pode olhar para pesquisas no Google por regiões, categorias, línguas e definir a hora e propriedades de pesquisa (imagem, etc.). Você pode olhar para uma única palavra-chave, ou comparar vários termos.

Preenchimento Automático do Google:

Você sabe quando você vai para procurar alguma coisa, e Google começa a terminar a sua pergunta ou pensamento? Isso é autopreenchimento. Google explica, “as previsões de preenchimento automático são possíveis termos de pesquisa … As consultas de pesquisa que você vê como parte de autopreenchimento refletem o que outras pessoas estão procurando e o conteúdo das páginas da web.” Muito legal.

 Google AdWords Keyword Planner: Planejador de palavras-chave

A grande coisa sobre o planejador de palavras-chave do AdWords é que você não precisa realmente gastar algum dinheiro em AdWords – você só precisa de uma conta do Google. Com uma conta, os usuários podem acessar o Planejador de palavras-chave, digitar uma palavra-chave e Google irá preencher: o volume de pesquisa (quantas vezes ele é usado) e a competição da palavra (quantas pessoas ou empresas deseja classificar para essa palavra).

Esta ferramenta permite filtrar por idioma, localização e uso móvel ou desktop. 

Mesmo as maiores perguntas podem ser respondidas com algum tempo e ferramentas. E apesar do que você poderia pensar, em SEO nada é impossível – nem mesmo palavras-chave!

Como encontrar palavras-chave novas

Se você deseja gerar mais tráfego orgânico, é necessário encontrar o ponto ideal entre palavras-chave easy-to-target e palavras-chave relevantes para o seu negócio.

Um grande (e familiar) lugar para começar é simplesmente digitar algumas frases na barra de pesquisa do Google, e ver como ele autopreenche o resto do que você está digitando.

O algoritmo da barra de pesquisa do Google é construído em torno da intenção do pesquisador. Cuidado, porém: O que é sugerido não é apenas com base na popularidade ou relevância, mas também é personalizado para o usuário. Este exercício é simplesmente para você começar com algumas ideias de palavras-chave para direcionar, e não é de forma alguma, um passo suficiente por si só para fazer a pesquisa de palavras-chave abrangente.

É aí que as seguintes ferramentas são úteis – que vão ajudá-lo a aperfeiçoar a sua pesquisa de palavras-chave!

Mais 5 Ferramentas de Busca de Palavras-chave Para Experimentar

 Wordtracker

O Wordtracker é uma ferramenta que dá uma visão interessante sobre o quanto uma palavra-chave vale esforços em conteúdo ou não. Esta ferramenta oferece aos usuários uma estimativa de quantas vezes uma palavra-chave ou frase-chave é pesquisada a cada dia, além de quaisquer frases relacionadas ou palavras-chave. O Wordtracker exige uma adesão, mas você pode experimentá-lo algumas vezes de forma gratuita.

Keyword Tool

Keywordtool.io é, como o próprio nome descreve, uma ferramenta de pesquisa de palavras-chave, semelhante ao planejador de palavras-chave do Google. O que é incrível sobre esta ferramenta é que ela inclui não só Google.com, mas também todas as línguas de busca do Google localizadas, bem como YouTube, Bing, e a App Store. Legal, né? Digite as ideias que você gravou na etapa anterior e comece a expandir sua lista.

À medida que você está fazendo isso, certifique-se de remover palavras-chave que você sabe que no, fundo, não pode ser relevante para o seu site. Isto vai lhe poupar tempo e dinheiro no longo prazo, e resultar em uma melhor experiência de usuário. Trapaça é um jogo de tolos!

Keyword.io

Keyword.io tem a desvantagem de só utilizar os dados do Google, mas é útil na medida em que não só busque por palavras-chave, mas também olha para a informação do Google Trends e lista as páginas que você tem que competir para ter essa palavra-chave.

RankTank Infinite Suggest Keyword Tool

Você vai precisar de ter uma longa lista de palavras-chave, a fim de reduzi-la para as pepitas de ouro. Esta ferramenta irá ajudá-lo a gerar lotes de termos (como afirma, “infinito”), para então escolher as melhores.

KeywordSpy

É mais do que provável que você tentará usar as mesmas palavras-chave em seus esforços de publicidade on-line,  mas primeiro filtre aquelas que são demasiado caras e ineficazes de implementar na forma paga. Para ajudá-lo com a descoberta de quais da sua lista você deve e não deve usar para seus esforços pagos, tente o KeywordSpy.

Como avaliar o potencial de suas palavras chave já existentes

Não basta explorar  palavras-chave para o seu conteúdo futuro. Você também precisa prestar atenção às suas palavras-chave atuais. Ao decidir sobre como priorizar suas frases e páginas que você deve considerar três coisas:

  1. Quantos cliques extras vou ganhar se eu me mover para cima nos resultados do Google?
  2. Quanto dinheiro eu vou fazer se eu me mover?
  3. Quão forte é a página que eu estou tentando exceder?

FAQ sobre palavras-chave para profissionais de marketing e mídia:

De acordo com Dan Petrovic, diretor do DEJAN Marketing, essas são as respostas:

  • Quantos cliques extras vou ganhar se eu me mover para cima nos resultados do Google?

Exporte as suas palavras-chave e trabalhe fora de suas médias CTR.

Este exercício consiste em prever quanto um clique gerará de aumento na classificação para uma determinada palavra-chave. Você pode ter visto os estudos taxa de cliques (CTR) no passado, mas eles são anedóticas na melhor das hipóteses, porque cada site é diferente.

Eu recomendo que você comece definindo médias específicas para seu próprio site antes de trabalhar cenários de clique em diferentes posições do ranking. Depois de saber que suas médias são para consultas de pesquisa, CTRs e posição, você pode começar a criar cenários de classificação para cada palavra-chave (por exemplo, se eu passar da posição 10 para a posição 9, eu receberei 12 cliques extras no site, em relação à média CTR?). Esteja atento, porém: Se uma palavra-chave super ou sub-realiza em comparação à média CTR, você pode precisar ajustar a expectativa para o seu crescimento.

Aqui está como você pode exportar suas palavras-chave e descobrir essas métricas-chave:

1) Faça login no Google Search Console, vá até a página de “Busca Analytics” abaixo do cabeçalho “Pesquisar Tráfego” e selecione a data mais ampla disponível em seu site. Este é tipicamente de 90 dias.

2) Se seu site tem como alvo uma região geográfica específica, certifique-se que você selecionou-a antes de exportar os dados:

3) Também é aconselhável filtrar quaisquer termos de marca provenientes da exportação. Termos de marca tendem a ter um alto CTR, o que não é útil quando realizamos o cálculo de médias para palavras-chave sem marca:

4) No final do relatório, clique em “Download” e selecione CSV. Agora você tem um arquivo que contém:

  1. Consultas
  2. Cliques
  3. CTRs
  4. Posição

Depois de ter estas médias na mão, você pode calcular quais frases irão resultar em mais cliques suficientes para colocar o esforço em subir no ranking para essa frase chave.

2) Quanto dinheiro eu vou fazer se eu subir nos rankings?

Adicionar taxa de conversão e valor para o seu cálculo CTR.

Os dados recolhidos a partir de sua exportação de palavras-chave pode ser enriquecida com informações financeiras de sua empresa, tais como o valor médio de uma conversão e a taxa de conversão média. Dessa forma, você pode projetar o quanto de um impacto bottom line seus rankings poderiam ter (por exemplo, se um valor é da ordem de R$ 200 e taxa de conversão é de 3%, quanto mais dinheiro eu ganho se obter 100 cliques extras ao me mover para primeiro lugar no Google?).

Agora você pode priorizar as palavras-chave que impulsionam o maior potencial de receita do seu site.

3) Quão forte é a página que eu estou tentando superar?

Finalmente, uma vez que você tem potencial de crescimento calculado, é recomendável você equilibrá-lo com uma dificuldade métrica. Eu, pessoalmente, uso o Flow Metrics do Majestic, mas você também pode usar o Moz Page Authority ou semelhantes. Eles fornecem acesso à API, também, então você pode automatizar a sua investigação.

Os usuários avançados também podem mapear todas as palavras-chave para suas URLs correspondentes, somar as pontuações potenciais de todas as palavras-chave que levam a uma URL, e finalizar com uma lista de páginas prioritárias para trabalhar.

Esteja sempre Keyword-ing

Obter a sua estratégia de palavras-chave certa é a receita para um retorno de longo prazo sobre o investimento em marketing digital. Ao contrário de mídias pagas, o tráfego orgânico é o que continua a dar resultado sempre. Mesmo quando você não estiver publicando ativamente novas promoções, você ainda estará recebendo o tráfego para seu site.

Para usar corretamente as palavras-chave em seu marketing, não basta apimentá-las através de meta descrições, tags alt da imagem, e H1s – você deve aplicá-las de forma adequada através de suas campanhas de marketing e estratégia de conteúdo global. O seu software de automação de marketing deve fazer a implementação e acompanhamento de forma fácil.

Lembre-se: SEO é sobre servir o usuário que está pesquisando – o seu potencial cliente – com o melhor resultado possível. Existem pessoas lá fora à procura de sua empresa, e você precisa estar na frente deles. Como sua autoridade cresce com base em palavras-chave pesquisadas de cauda longa menos procuradas, você vai ser capaz de enfrentar os gigantes com maestria.