Entenda porque sua empresa deve investir em automação de marketing

Gabriel Motta
Gabriel Motta - 7 de julho de 2015
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+

Muitas empresas já perceberam que no marketing digital a expressão “tempo é dinheiro” é tão válida quanto nos meios offline. Tendo isso em mente, surgiu a necessidade de automatizar todos os processos envolvidos nas estratégias, facilitando a administração das ações, a mensuração de resultados e o relacionamento com os clientes. Foi assim que a automação de marketing tornou-se fundamental para empresas que querem ter sucesso com suas estratégias digitais.

O que é a automação de marketing

A automação de marketing é entendida como a automatização de processos, como agendamento de posts em mídias sociais, alimentação de base de e-mails, seguir de volta nas redes sociais, etc. No entanto, não podemos reduzi-la apenas a essa praticidade.
A RD Station, ferramenta de automação de marketing do Brasil, define a prática como “entender e agir de forma personalizada e escalável” com o seu público e pessoas que interagem com a sua marca nos mais diversos canais virtuais.
A automação ajuda, inclusive, a entender os objetivos e interesses dos leads ali trabalhados, promovendo informações como seu lugar no funil de vendas e o que ele precisa para converter. Mas segundo a Hubspot, ferramenta americana de automação de marketing, é importante ter em mente a automação de marketing não faz marketing e geração de leads por você, mas pode ajudar a dimensionar seus esforços.

 

Quais são os benefícios do investimento em automação de marketing

 

1 – O aumento de vendas

A automação de marketing permite que as empresas trabalhem da melhor forma possível todos os seus leads. O processo de nutrição de leads pode ser automatizado, garantindo que aquelas que eventualmente ficariam no fundo da gaveta, sejam bem trabalhadas daqui para frente.

Essa automatização ajuda a entender quais são os maiores problemas dos clientes com base nos seus comportamentos na nutrição de leads. Assim, é possível que o time encontre novas oportunidades de negócio, ou consiga colocar seus esforços nos leads corretos.

Ainda pensando nos leads mais preparados, chegamos ao aumento da receita: leads que já possuem uma bagagem de conhecimento maior e estão mais cientes da sua empresa e dos seus processos estão mais propensos a fechar tickets maiores.

 

2 – Diminui o custo de aquisição de novos clientes

Com a automação dos processos, o custo de aquisição de novos clientes diminui de forma considerável. Isso acontece porque os esforços nos trabalhos recorrentes do time de marketing são bem menores, uma vez que a preparação desses usuários é feita de forma automatizada. Sendo assim, a equipe se concentra apenas em planejar o caminho dos leads.

Ao mesmo tempo, os vendedores passam a receber leads mais preparados para conversão. Isso também influencia nos esforços do time e, por consequência, o ciclo de vendas acaba sendo menor e mais eficiente. Acontece um aumento da produtividade dos vendedores e o trabalho em cima de novos prospects.

 

3 – Fidelização dos clientes

Clientes que são mais preparados conseguem ter mais sucesso com o serviço ou produto que a sua empresa oferece. Essa é a primeira chave para a fidelização desses usuários. Considerando a satisfação dessas pessoas conseguimos encontrar também uma nova possibilidade: recomendação. Muitas pessoas ainda usam a indicação de amigos e conhecidos como primordial na hora de fechar negócios, principalmente quando exige um ticket maior. Por isso o relacionamento no pós-venda é fundamental para as empresas.

A automação de marketing é a solução que muitas empresas precisavam para garantir o sucesso de suas campanhas de marketing digital. Se você quiser testar uma ferramenta gratuita de gestão de leads, experimente o plugin do WordPress Leadin.

 

Você já investe nessa prática? Tem alguma dúvida ou conhece boas práticas para aperfeiçoar a automação de marketing? Compartilhe conosco!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+