Designer gráfico: qual é a sua importância no marketing digital?

Guilherme Harrison
Guilherme Harrison - 13 de setembro de 2017

Quando uma empresa decide investir em marketing digital, ela não contratará apenas um profissional, mas uma equipe completa e diferenciada. São várias as áreas abarcadas, como o analista de inbound, o redator de conteúdo, o social media, o atendimento ao cliente e, não menos importante, o designer gráfico — e é sobre ele que falaremos no post de hoje!

Vamos pensar: o que seria de um blog post sem o apelo a imagens que chamam a atenção dos leitores? Como seriam produzidos os infográficos? Indo além, o que seria de uma marca sem um logotipo e uma identidade visual criativa? A resposta é simples: sem um designer gráfico, nada disso seria possível e sua empresa nunca conseguiria um público fiel dessa forma.

Que tal entender um pouco melhor sobre essa profissão tão importante para o marketing digital? Confira o nosso artigo do dia!

O que é o design gráfico?

Indo direto ao ponto, podemos dizer que design gráfico é todo o processo de comunicação visual, que pode incluir imagens, cores, desenhos, textos e até o uso dos outros sentidos, como audição, tato e olfato. O universo do design é extenso e oferece muitas oportunidades de abusar de habilidades estéticas e criativas.

É difícil imaginar um mundo onde quem trabalha com marketing digital trace estratégias eficazes sem o design gráfico. Afinal, a imagem é a alma do negócio! Todo o conteúdo disponibilizado em blogs e redes sociais não seria nem um pouco convidativo se não houvesse um time de design gráfico para deixá-lo com um ar profissional e interativo, despertando o interesse do público.

O que faz um designer gráfico?

O designer gráfico é o profissional responsável pela parte visual e estética dos projetos, o que vai muito além de produzir ilustrações. Ele trabalha criando soluções visuais, a partir de materiais que passem uma determinada mensagem, de acordo com a intenção do cliente.

Além disso, um bom profissional sabe fazer bom uso das tecnologias para entregar projetos práticos e funcionais. A verdade é que, como o design gráfico é uma área ampla, nem sempre trabalhar com apenas um profissional será o bastante. Isso porque alguns campos do design são mais complexos e exigem técnicas diferenciadas.

É claro que o profissional aprofundará suas habilidades ao longo de sua carreira e irá adquirir algumas especializações. Mas isso não quer dizer que ele saberá resolver tudo na empresa.

Contrate um time

A melhor saída é contratar um time em que cada designer tenha uma habilidade específica. Acha que isso é um exagero? Bem, vamos provar para você como a área do design gráfico é abrangente e por que é necessário contratar profissionais específicos para cada projeto.

Quais as áreas do design gráfico?

Produção gráfica

Começaremos falando sobre a função mais tradicional de um designer gráfico: a produção gráfica. Esse profissional trabalha criando materiais para serem impressos, por isso, ele precisa ter conhecimentos sobre esse tipo de produção. A lista do que esse profissional pode criar é enorme:

  • banners;
  • cartazes;
  • folhetos;
  • adesivos;
  • rótulos;
  • folders;
  • outdoors;
  • jornais e revistas;
  • cartões de visita;
  • catálogos;
  • embalagens.

Para tanto, é fundamental ter um vasto conhecimento acerca de softwares de edição de imagens e de editoração, como o Photoshop e Illustrator, e também sobre escala de cores e elementos de produção gráfica.

Design digital

Os profissionais de design digital sabem usar, desde ferramentas mais básicas até as mais complexas, para a produção de materiais como banners de sites, imagens de redes sociais (sejam elas de capa ou perfil), sites, blogs ou adaptação de logo. O designer gráfico digital também precisa saber adaptar essas imagens para diferentes plataformas, desde o tradicional desktop até os mais modernos smartphones.

Identidade visual

Se a sua empresa ainda não tem uma identidade visual, algo está muito errado! Um dos primeiros passos a serem dados com a criação de uma marca é o planejamento da sua identidade visual.

Fazem parte da identidade visual de uma empresa as cores e formas que serão próprias da marca. Lembrando que elas devem combinar esteticamente para serem agradáveis aos olhos do público. O designer gráfico responsável por essa função criará um manual de identidade visual da marca, a fim de documentar as formas e cores usadas, os tipos de tipografia e lettering.

Logotipo

Um logotipo é aquele símbolo que representa a marca. Se a sua empresa for bem-sucedida, seu logotipo será reconhecido pelo público em qualquer lugar.

A sua criação é uma função praticamente cotidiana para o profissional de design gráfico. No entanto, ela requer bastante estudo, planejamento, pesquisa e, é claro, criatividade.

Ilustração

Nem todo designer gráfico sabe desenhar, afinal, não é necessário ser um expert no desenho para exercer a profissão. Então, não é porque o designer que você contratou não desenha bem que ele não será um bom profissional da área.

Precisa de materiais de ilustração, mas o designer da sua empresa não domina nenhuma técnica de desenho? Não se desespere.

Você pode contratar uma pessoa que realize especificamente esse serviço e não é só porque você contratou um ilustrador que ele saberá fazer todo e qualquer serviço de ilustração. Cada profissional domina um estilo diferente, lembre-se disso!

Animação tradicional

Assim como existem designers que não sabem desenhar e designers que dominam as ilustrações, também há aqueles especializados em animação. Se um profissional quiser trabalhar com essa função, ele precisa arrasar nas ilustrações! Isso porque serão feitos cerca de mais de 12 desenhos por projeto, uma vez que as animações são feitas quadro a quadro, e para cada segundo de animação, são feitas várias ilustrações.

Uma animação exige muito trabalho: no início, são feitos esboços. Esses desenhos super simples são aprimorados, adicionando-se detalhes.

Depois, os contornos são feitos e os desenhos são coloridos. Mas esse é só um grande resumo de um processo bastante demorado.

Animação 3D

A animação 3D pode ser utilizada em produções cinematográficas. Só de dizer isso já podemos concluir que essa técnica é muito complicada e precisa de profissionais extremamente qualificados.

Mas também existem animações 3D mais simples. Sua empresa pode optar por elas em alguma campanha de marketing, produzindo animações mais curtas. Dessa forma, não será necessário contratar um time de designers, apenas um bom profissional já dará conta dessa tarefa sozinho.

Motion Graphics

Produzir motion graphics (gráficos em movimento em português) é mais simples do que utilizar a animação tradicional. Essa vertente do design gráfico se tornou uma grande tendência em todo o mundo.

Nessa técnica, o profissional precisará dominar um software chamado Adobe After Effects. Resumindo, o designer dará movimentos a gráficos, imagens, textos e ícones para a criação de animações.

Stop Motion

Essa técnica é muito popular e se parece com a animação tradicional. A diferença é que são utilizados objetos reais no lugar de desenhos. Eles são movimentados manualmente e utiliza-se fotografias e a ajuda do computador para produzir as animações.

Imagine que você queira produzir uma animação para uma campanha de marketing e escolha a técnica do stop motion. Para isso, ficou decidido que a animação será feita com personagens caminhando.

O designer poderá, por exemplo, utilizar bonequinhos de lego. Ele os posicionará e usará uma câmera fotográfica para registrar a pose. Depois, movimentará as pernas dos personagens para tirar outra foto e assim sucessivamente, até atingir o resultado idealizado.

Vídeo

Por fim, as fotografias são transformadas em um vídeo. O stop motion pode ser editado, adicionando-se efeitos especiais e sonoros.

Modelagem 3D

Se um designer sabe realizar animações em 3D, ele também pode se dar bem na área da modelagem 3D. Essa técnica consiste na representação ou simulação de objetos tridimensionais com a ajuda de um software, como Blender ou Autodesk Maya.

Sabe aquelas propagandas em que vemos nosso sorvete preferido em zoom e recheado de detalhes de dar água na boca? Na verdade, ele não é um sorvete real, mas uma modelagem em 3D! Isso acontece com diversos produtos que estão no mercado.

Web design

Essa também é uma das funções mais comuns de um designer gráfico: a criação de websites. Para isso, o profissional precisa ter conhecimentos de programação.

Geralmente, o designer gráfico fica responsável pelo layout do website. Ele pode realizar, tanto trabalhos de front end quanto de back end, mas isso dependerá do seu nível de conhecimento de programação.

User Interface

É também conhecido como UI Design (interface do usuário como tradução). O designer trabalhará com os elementos de um layout e na maneira com que os usuários poderão interagir com ele.

O resultado final precisa ser bem simples, para que os usuários consigam realizar a interação de forma natural. Por exemplo: utilizar menos campos de preenchimento obrigatório para o usuário não desistir de uma compra no meio do caminho e deixar visíveis os botões a serem clicados.

User Experience

UX Design (experiência do usuário) visa oferecer a melhor experiência possível aos usuários e está relacionado às emoções despertadas no público ao utilizar um determinado serviço ou produto. O profissional de UX Design precisa pesquisar e estudar sobre as necessidades reais do público para elaborar projetos que deem bons resultados.

A experiência do usuário inclui todas as formas de contato entre a empresa e o público. São exemplos os anúncios que levou um consumidor até o site da empresa, a embalagem em que o produto foi entregue e o atendimento por redes sociais e telefone.

Como o design pode ajudar no marketing de conteúdo?

Hoje em dia, é imprescindível apostar em profissionais de design. Já diria o ditado: uma imagem vale mais que mil palavras!

Quando falamos em marketing de conteúdo, não estamos nos referindo apenas à produção textual. Infelizmente, ter um conteúdo de boa qualidade não é o bastante para alcançar um grande público.

Então, o que é preciso fazer para conquistar uma boa audiência e crescer no seu negócio ao investir nesse tipo de estratégia? Falaremos agora sobre os benefícios do design gráfico para o marketing de conteúdo. Afinal, preocupar-se com os aspectos visuais do seu blog, redes sociais, landing pages e e-books não são meros detalhes.

Ajuda a atrair o interesse do público

Materiais que apresentam formas, cores e tipografias combinadas harmoniosamente aumentam o interesse dos leitores. Ter um blog com um design simples, mas bonito e inovador chamará a atenção do seu público-alvo. Além do mais, uma boa apresentação visual pode fazer com que os leitores identifiquem o conteúdo como relevante.

Aumenta o engajamento

Todo mundo gosta de compartilhar belas imagens nas redes sociais e conteúdos relevantes. Se o público do seu blog e demais mídias sociais gosta do que vê, as chances de compartilharem seu conteúdo aumentam exponencialmente.

Complementa e diferencia o conteúdo

O designer gráfico será responsável pelo alinhamento do conteúdo aos aspectos estéticos. Ao finalizar um e-book, por exemplo, adicionar uma imagem que converse com o conteúdo pode agradar muito mais os leitores. Isso deixará o material mais rico e completo.

Além disso, se você vai explorar um conteúdo em um artigo que já foi citado em outros inúmeros blogs, por que logo o seu deveria ser escolhido pelo leitor? É aí que entra a apresentação visual do seu conteúdo!

Dispara diversos gatilhos mentais

O design pode usar alguns fundamentos da psicologia, como a psicologia das cores, para disparar gatilhos mentais e despertar emoções no público. Geralmente, um gatilho disparado com a ajuda do design é o de prova social, já que, como dissemos anteriormente, pode-se aumentar o engajamento a partir do número de compartilhamentos de conteúdo.

Gera autoridade

O design é um dos fatores responsáveis pela garantia da credibilidade do seu site e também da sua marca. Fazer o uso correto do design pode gerar a confiança dos clientes em relação a sua empresa e deixar a sua presença online mais profissional.

Viu como o designer gráfico é importante para o marketing digital? Ao contratar uma equipe com bons profissionais que saibam utilizar as técnicas de forma correta, sua empresa só tem a ganhar ao investir em design! Siga a nossa página no Facebook e fique por dentro do universo do Marketing Digital!