Criação de sites responsivos: o segredo da INGAGE por trás da alta performance

Avatar Autor
Publicado por Alexia Meireles em 18 de maio de 2021
Atualizado em 24 de novembro de 2021

Desenvolvedora na INGAGE, Alexia é responsável pela criação e manutenção dos sites, blogs e landing pages dos clientes.

Dispositivos móveis tornaram-se o principal meio de consulta à internet nos últimos anos. É o que diz a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – Tecnologia da Informação e Comunicação (PNAD Contínua TIC). De acordo com as estatísticas, os celulares se destacam nesse cenário: 98,1% dos brasileiros acessam a rede pelos smartphones.

É fato que navegar por páginas online no computador provoca uma experiência bem distinta do que os usuários encontram nas telas dos celulares. Por essa razão, as empresas que desejam visibilidade e credibilidade em seu mercado precisam priorizar a criação de sites responsivos.

Sendo a experiência do usuário um tema de muito estudo tanto para o Marketing quanto para as vendas, temos a ampliação da importância da responsividade. O público que acessa a internet no país deseja abrir páginas em poucos segundos e encontrar as informações necessárias sem grandes esforços.

Para atender às necessidades dos clientes, na busca pelo alcance desses objetivos, a INGAGE instituiu seus métodos na criação de sites responsivos. Entenda melhor, a seguir!

Saiba por que buscar uma empresa especializada na criação de sites responsivos

Quando se pensa nos 4Ps do Marketing, ou nos 8Ps, sendo mais abrangente, logo notamos que a comunicação visual é um grande diferencial, sobretudo na presença online. Seja para empresas que já operam pela internet, seja para organizações que atuam de forma física, ter um site institucional é imprescindível, para ter mais visibilidade na rede, ampliar seus canais de atuação e, consequentemente, conquistar mais clientes.

De fato, é possível criar sites em determinadas plataformas gratuitas, sem consultorias, ou contratar um programador para fazer esse trabalho. No entanto, para que esse investimento traga retorno a longo prazo, aumentando a credibilidade de uma marca e apresentando boas oportunidades de negócio, é necessário mais do que a simples montagem de uma estrutura.

A criação de sites responsivos envolve uma equipe completa, com profissionais especialistas em cada uma das áreas que vão impactar o atingimento dos seus resultados. Assim, além de pensar na estética do site, experiência do usuário, copy e SEO, por exemplo, você ainda pode aproveitar para dar início a um plano de Marketing e manter as ações online sempre em dia.

Para entender melhor com o que é preciso se preocupar durante a criação de um site, veja o que a INGAGE leva em conta para desenvolver projetos de sucesso.

Usabilidade

Um site responsivo é aquele em que o usuário acessa de qualquer lugar e consegue distinguir as seções facilmente. Não há quebras de linha que causam estranhamento, imagens distorcidas ou mesmo informações fora de lugar. Isso também envolve a organização de cada dobra, priorizando o que se quer mostrar primeiro ao público.

Com a cultura customer centric, saber a opinião dos consumidores é o que move as decisões de negócio. Pensando nisso, a INGAGE se reúne com seus clientes antes de planejar o site, de modo a compreender o que faz mais sentido para sua audiência e entender quem é a sua persona.

Vale ressaltar que a responsividade também diz respeito ao comportamento do site em diferentes navegadores, não apenas ao carregamento em versões mobile. Com a difusão de opções para atender às necessidades do público, não há mais a desculpa de que “abrir no Explorer resolve o problema de navegação”.

SEO

Os web crawlers definem métricas para considerar um conteúdo relevante, o que não é segredo para ninguém. O SEO on page está em destaque quando o assunto é a experiência do usuário com os conteúdos de um site. Uma navegação amigável, intuitiva e com elementos certos fortalece o tráfego orgânico e reduz o investimento com divulgação.

O SEO envolve as title tags, Meta Description, URLs amigáveis e otimizadas, além do valor que se encontra na copy do site. Dentre as técnicas para tornar a página mais rastreável para os bots dos mecanismos de busca estão:

  • criação do Sitemap.xml;
  • uso do Google Search Console para a realização de alterações com base em SEO;
  • investimento em segurança, com o HTTPS, por exemplo;
  • otimização de URLs e rastreamento delas por meio dos redirects 301.

Design

O Design responsivo é planejado para atender tanto os dispositivos que já existem, em seus formatos de tela, quanto os que podem surgir. É o caso de, no futuro, termos óculos, relógios, televisores e outros aparelhos que se conectem mais facilmente à internet — e, logo, tornem-se palco para a visibilidade das marcas.

Indo além do layout da página institucional, considere as Landing Pages, que representam tantas oportunidades de negócio para a sua empresa. O cliente que não vê valor ou não encontra credibilidade nessa página, dificilmente, vai compartilhar seus dados em troca de qualquer informação.

Conversão

O consumidor que utiliza o aplicativo das redes sociais para pesquisa, em algum momento, terá que ser redirecionado ao site institucional. E ele não vai abrir um computador somente para essa tarefa, tendo em vista que o smartphone é capaz de realizar esse comando. Para converter, ele precisa encontrar essa página no mesmo padrão.

É o mesmo que acontece com a Landing Page. A conversão de um lead em cliente, de fato, depende dos esforços depositados nas estratégias de vendas. Porém, para convencer a pessoa de que ela está fechando um bom negócio, a equipe comercial precisa do suporte visual e intuitivo de um site com responsividade.

Mobile First Index

Desde março de 2018, o Mobile First Index vem modificando o planejamento e a criação de sites. Com essa atualização, o Google passou a indexar primeiro a versão mobile de uma página, tornando obrigatória a preocupação com a responsividade. Ele ainda estipulou uma data para que todos se adequassem a essas regras.

Então, não basta uma versão para desktop que siga a um ou outro dos fatores que apresentamos até o momento. Para aparecer nos resultados de busca para seus clientes e não ver os números do Analytics em queda constante, é necessário seguir à risca os princípios dos sites responsivos — algo que se conquista com a parceria com uma empresa especializada.

Velocidade de página

Se o SEO é importante, é necessário considerar um de seus fatores para alcançar bom ranqueamento no Google. De acordo com pesquisa feita pela KissMetrics, 47% das pessoas desejam um carregamento de até 2 segundos nas páginas. Caso demorem mais de 3 segundos, 50% preferem ir embora do site e deixar de consumir o conteúdo.

Em páginas sem essa preocupação, o Bounce Rate tende a ser maior justamente pelo imediatismo dos usuários. É preciso ter em mente que o público, sobretudo jovem, não tolera aguardar muito e não tem apegos à fonte da informação. Diante de um site que tem carregamento lento, não pensam duas vezes antes de trocar a página.

O Google PageSpeed oferece alguns conselhos que vão ao encontro dos insights dessa pesquisa. Segundo a cartilha para desenvolvedores, é necessário que a página completa carregue em até 2 segundos em um dispositivo móvel. Já os conteúdos acima da dobra devem aparecer em menos 1 segundo. Existem outras métricas chamadas Core Web Vitals, que o Google utiliza para avaliar questões além da usabilidade do site. 

Com aumento no Bounce Rate e carregamento lento, há riscos de que o Google considere a página irrelevante. Logo, os esforços com design e produção de conteúdo, por exemplo, são minimizados.

Diante da metodologia adotada pala INGAGE, os clientes notam a parceria desde o início, com o planejamento do projeto. Posteriormente, há uma gestão de resultados bastante rigorosa para compreender se esses aspectos, de fato, estão presentes no site criado.

equipe INGAGE empenhada na criação de sites responsivos

Conheça os segredos da INGAGE para a criação de sites responsivos

O projeto da criação de sites responsivos prevê determinadas características para chegar a um produto final. São 4 etapas, nas quais a INGAGE avalia os detalhes, para conquistar alta performance e alinhar esses resultados às demandas do cliente.

Planejamento de Conteúdo + Arquitetura

O primeiro passo na criação de um site responsivo com a INGAGE envolve a compreensão do negócio de forma global. A nossa equipe estuda as personas, objetivos da empresa, pontos fortes da marca, tipos de oferta, entre outros fatores, para planejar o que será necessário incluir em cada página.

Antes de fazer o layout do site, é preciso determinar quais informações serão usadas e como elas ficarão dispostas nas páginas, a fim de pensar na usabilidade da navegação. Assim, construímos uma copy que vai ranquear estrategicamente, levando em consideração:

  • arquitetura ideal do site;
  • títulos que bem construídos;
  • palavras-chave relevantes para o negócio;
  • textos que traduzam a empresa;
  • provas sociais, como depoimentos de clientes e números da empresa;
  • botões para conversão etc.

O foco é dar credibilidade à marca e propiciar a conversão de leads. Para isso, nesta etapa, a INGAGE segue estes passos:

  • planejamento e otimização da arquitetura da informação;
  • estudo de palavras-chave com foco em SEO;
  • desenvolvimento do conteúdo com copy persuasiva.

Design

A estruturação do Design do site vai muito além de preferências do cliente. A INGAGE analisa as solicitações para compreender a viabilidade de cada uma delas, sugerindo adaptações quando necessário. Tenha em vista que a cultura customer centric consiste em levar satisfação ao consumidor a partir de resultados.

Por essa razão, há a criação de um modelo de layout das páginas internas com foco em conversão e engajamento, de acordo com a arquitetura da informação elaborada na etapa anterior. Com base nisso, é feita a elaboração dos wireframes modelos para cada categoria de página interna, com foco em usabilidade e conversão.

Após aprovada essa etapa, há a apresentação do layout definitivo, em que o cliente nota a fluidez no fluxo de navegação e, sobretudo, a usabilidade — tudo isso é construído com base na identidade visual da marca.

Programação

Este é o momento em que o planejamento dá lugar ao desenvolvimento. A equipe de tecnologia trabalha para que o site tenha versões desktop e mobile unificadas, de modo a permitir a usabilidade em qualquer dispositivo. É feito:

  • o desenvolvimento dentro de padrões W3C;
  • o suporte para todos os browsers: (mobile e desktop);
  • a implementação do SEO on page.

Implementação e testes de usabilidade

Por fim, chega o momento de colocar o site no ar e compreender se o planejamento e a prática são compatíveis. Incluem-se também as integrações para mensuração de resultados, de modo a oferecer ao cliente as ferramentas necessárias para o acompanhamento de suas estratégias de Marketing.

Seguem os itens realizados nesta etapa:

  • implementação do sistema de homologação;
  • integração com Google Analytics;
  • integração com Google Search Console;
  • integrações com RD Station, CRM e redes sociais;
  • publicação, testes de usabilidade e correções;
  • implementação do certificado SSL;
  • implementação de ferramentas de chat online ou Whatsapp.

Veja 6 exemplos de sites otimizados criados pela INGAGE

Com atualizações nem sempre bem-sucedidas e a inclusão de determinados plugins, os sites em WordPress podem acabar com problemas de segurança e carregamento lento de páginas. Em busca de alta performance e redução da necessidade dos esforços de programação, a INGAGE faz uso e tem o seu portfólio de projetos realizados no Webflow, para a criação de sites responsivos.

Essa ferramenta de design permite que sites e Landing Pages sejam idealizados sem grandes intervenções de desenvolvimento ou edições em código. Com o Webflow, torna-se possível apresentar um layout interativo ao cliente, de modo que ele vislumbre facilmente o resultado final.

Com dados de performance, é possível assumir que o Wokflow apresenta:

  • defesa contra SQL injection;
  • certificado de segurança SSL, com criptografia que garante proteção extra ao site;
  • proteção contra cross-site scripting (XSS), ataques de força bruta e ataques DDoS;
  • backups diários com controle de versão do site;
  • HTTP/2 integrado, oferecendo maior velocidade e segurança;
  • escudo da Amazon Web Services (AWS), em conformidade com o ISO 27018;
  • uma das hospedagens mais rápidas da Internet, por meio de CDN’s, Tier 1, Amazon Cloudfront e Fastly.

Tais benefícios já foram implementados em sites responsivos criados para os clientes da INGAGE. Veja alguns dos nossos resultados a seguir.

1. Prabem

A Prabem é uma empresa referência em planos e assistência funerária. Logo, tem como prioridade mostrar aos potenciais clientes as vantagens de seus serviços e a consistência da marca. Por essa razão, o copywrite da página principal foca os pontos-chave da oferta, desde valores aos diferenciais inclusos na contratação.

2. Urba

Mostrar imagens que remetem a soluções de possíveis dores da persona é uma estratégia de engajamento — e é nisso que o site da Urba aposta. Aliadas aos recursos imagéticos está a mensagem com palavras-chave bem definidas, seguida de um campo para pesquisa. Ao navegar pela página, é possível localizar facilmente cada área ou informação desejada.

3. ADDEE

Por trabalhar com tecnologia, a ADDEE buscou uma abordagem mais inovadora, que representasse a sua visão de mercado e suas ofertas ao público. Mesmo com um painel interativo e dinâmica do topo de página, há rapidez no carregamento e inserção estratégica de uma chamada para ação no banner.

4. ChildFund Brasil

A ChildFund Brasil trabalha, em sua página principal, um misto de mensagens sucintas e de valor, com imagens de alto impacto. Logo na sequência, são apresentados números importantes para a campanha, prestando contas ao público a respeito de suas ações. A visibilidade dada às redes sociais no topo também colabora para a credibilidade da marca.

5. DRG Brasil

Valor em saúde é a proposta do DRG Brasil, e é isso que vemos logo de cara ao acessar o site da marca. A primeira parte da página deixa evidente que existem palavras-chave para a compreensão da mensagem, de acordo com as técnicas de SEO adotadas pela INGAGE. As informações são dispostas de maneira intuitiva e visual, facilitando um entendimento completo e ágil de todo o produto.

6. Hospital da Baleia

O Hospital da Baleia consistem em um site responsivo, com foco na proposta da marca. Na primeira dobra, é possível ver o banner da campanha para arrecadação de fundos, seguida por alguns detalhes de sua história — o que ajuda a dar credibilidade à instituição. A imagem de uma profissional do hospital destacada na primeira dobra também é relevante para esse processo.

Entenda que o seu site é apenas o primeiro passo rumo ao sucesso

Vale ressaltar que a criação de sites responsivos não é o ponto final de uma estratégia de Marketing bem-sucedida: é somente a base para tornar possível o reconhecimento da marca, a oferta de conteúdos de qualidade e a captação de clientes.

É preciso considerar a metodologia de Marketing ideal para os objetivos de seu negócio, o que inclui a possível recepção do público e a visão da empresa. A INGAGE trabalha com o Inbound Marketing, aliado ao Account Based Marketing — que são indicados para marcas que desejam oferecer uma experiência online diferenciada a seus consumidores, de modo que eles encontrem o que necessitam e tenham suas dores solucionadas.

Alguns insights da pesquisa do Hubspot sobre o Inbound Marketing no Brasil provam a importância dessa metodologia para as empresas:

  • conquistar leads por meio do Inbound é 47% mais vantajoso financeiramente, tomando como comparação as estratégias de Outbound. Enquanto, no primeiro, o custo de aquisição é de R$10, no segundo, o valor sobe para R$19;
  • 58% das empresas já usavam o Inbound em 2015 de alguma forma, a exemplo de blog, e-mail marketing, mídias sociais etc.;
  • 38% das organizações que usaram o Inbound como principal estratégia para captação de leads tiveram aumento expressivo de ROI;
  • no geral, essas empresas que utilizam a metodologia têm probabilidade 60% maior de aumento de ROI, se também forem comparadas às estratégias de Outbound.

Somado a isso, temos estatísticas de que 93% das decisões de compra têm início em buscas realizadas pela internet. Logo, estar presente nas primeiras posições do Google e facilitar que o público encontre o negócio, por meio de uma boa estrutura de conteúdo e SEO, devem ser prioridades das empresas que almejam sucesso.

Contar com o apoio especializado da INGAGE nesse processo otimiza a produtividade das equipes de Marketing e garante o retorno das estratégias. Prova disso são nossos cases de sucesso, entre os quais estão os expressivos 1.600% de aumento de receita gerado pelo e-commerce na NovaSafra e os 827% de crescimento no faturamento de canais digitais na Smartalk.

Dos benefícios conquistados a partir do Inbound Marketing, fora os já mencionados, ainda é possível listar:

  • possibilidade de educar o público a respeito do mercado de atuação da sua empresa, levando informações de qualidade;
  • aumento na visibilidade da marca, que passa a ser vista como referência pela audiência;
  • humanização das estratégias, tendo em vista que o cliente enxerga a marca como parceira, e não somente a empresa que fornece determinado produto ou serviço.

Unindo esses retornos com o que se conquista com o investimento na criação de sites responsivos, o ROI com a estratégia se amplia. Em vista disso, conte com a expertise da INGAGE para o planejamento de ações que visam o aumento do tráfego orgânico, captação de leads, análise e mensuração, além de conversão de leads em clientes.

Para compreender melhor tudo que a INGAGE pode fazer pelo seu negócio, entre em contato com nossos consultores!

Mini Logo Ingage

Agência referência
de marketing digital

Somos especialistas em trabalhar com empresas de vendas complexas B2B.

Conheça a Ingage
Mini Logo Ingage

Receba uma
proposta comercial

Soluções personalizadas com foco no relacionamento e retorno financeiro para nossos clientes.

Fale com um consultor
Personagem Newsletter

Gostou do texto?

Não perca o nosso próximo artigo! Inscreva-se em nossa newsletter.

Obrigado por se inscrever!