Como treinar e medir o desempenho da minha equipe de Inside Sales?

Avatar Autor
Publicado por Gabriel Motta em 19 de agosto de 2016
Atualizado em 4 de dezembro de 2018

Diretor executivo e cofundador da INGAGE. Escreve sobre assuntos relacionados à performance, planejamento, SEO e pautas gerais de marketing.

Psicologia é a chave para um marketing poderoso. Aqui vão cinco implementações funcionais para você começar.

Vendedores sabem como usar os princípios psicológicos de forma ética para entender seus clientes, a fim de entregar aos mesmos exatamente o que estão procurando.

Aqui estão cincos dessas poderosas dicas do ponto de vista psicológico que irão elevar o nível do seu negócio.

Gatilho mental #1: Atender à curiosidade – nós temos um insaciável senso de curiosidade

Curiosidade é realmente poderosa. Sem ela, não existiriam coisas como a ciência, pesquisa, descoberta e exploração.

A definição de curiosidade é “um grande desejo de saber ou aprender algo”.

George Loewenstein, um dos principais pesquisadores a cerca da curiosidade, descreve isso como “um dos motivos cruciais que influenciam no comportamento humano”.

É a curiosidade o combustível que alimenta as manchetes sensacionalistas que simultaneamente intriga e incomoda você. “Meu Deus! O que esse senhor de 97 anos fez com seu sótão me deram pesadelos durante semanas! Espere até ver o número 4!” (Eu inventei isso).

Curioso para ver o número 4?

Eu não estou sugerindo a você imitar Viral Nova ou Upworthy. Eu estou sugerindo que você introduza um pouco de curiosidade na sua representação, nas suas CTAs e na mensagem do seu produto como um todo.

Gatilho mental #2: Seja mais simples – Simplicidade sempre ganha

Sites simples, cópias simples, formas simples, checkouts simples, escolhas simples, inscrições simples, tudo simples é melhor.

De acordo com a lei de Pragnanz, “as pessoas irão perceber e interpretar imagens ambíguas ou complexas da forma mais simples possível.” Em outras palavras, eles irão instintivamente escolher o caminho mais seguro, que é sempre a opção mais simples.

Esse é um princípio verdadeiro não somente para projetos, mas também para sites, para CTAs, para checkout online e para textos. Falando pela minha experiência pessoal, eu trago muito mais leitores para o meu blog quando eu escrevo artigos de forma simples, clara e direta.

As pessoas estão ligadas à simplicidade, portanto, faça as coisas de forma mais simples possível.

Gatilho mental #3: Reduza as opções – Muitas opções podem te fazer vender menos

Quanto mais opções você der aos seus clientes, menos vendas você irá fazer. Diminuir as opções de escolha, portanto, irá te ajudar e aumentar as suas negociações.

Em um estudo famoso,  Sheena Iyengar (Universidade da Colombia) e Mark Lepper (Universidade de Stanford), testaram as vendas de geleias com apenas cinco opções comparadas à venda de geléias que ofereciam de 24 a 30 opções.

Os resultados do estudo foram surpreendentes. As geléias com menos opções de sabores apresentaram 600% a mais nas vendas em relação aquelas com mais opções de sabor.  

Como você pode perceber ter muitas opções não é melhor, na verdade, é desmotivador.

Barry Schwartz, um pesquisador de preferências, descreveu essa condição como um problema que pode paralisar.

Você pode perder vendas se oferecer muitas opções.

Gatilho mental #4: Ofereça 3 opções – os clientes vão pegar a oferta do meio

Em compras online é comum, especialmente SaaS ou serviços online, ser apresentado ao cliente três opções.

Existem o baixo custo/ baixo benefício, o alto custo/alto benefício e o de custo mediano. Geralmente os clientes irão escolher o de custo mediano.

Paul Rodway, um psicólogo experimental na Universidade de Chester conduziu um estudo sobre como as pessoas fazem escolhas. Descobriu-se que, independente das diferenças entre os participantes, eles geralmente optavam pela opção do meio.

Em um estudo paralelo, pesquisadores da Universidade da Califórnia fizeram a mesma descoberta a respeito de preços. Além disso, um artigo do Journal of Consumer Psychology divulgou esta pesquisa confirmando o pseudônimo denominado “efeito centro do palco”. As pessoas escolhem a opção do meio.

Aqui está um bom ponto de partida para os seus negócios. A maioria dos clientes irão pegar a oferta do meio. Sendo assim, seria interessante fazer da sua oferta mediana a mais recompensadora financeiramente.

Gatilho mental #5: Esqueça as soluções e forneça benefícios – o que nos importa é o benefício

Qual é a melhor maneira de convencer os clientes a comprarem seu produto?

Por muito tempo, vendedores pensavam que seria oferecer solução. Isso não funciona mais. Os clientes já conhecem a solução, agora eles querem benefícios.

Jeff Thull, presidente da Prime Resource Group escreveu: “Se você ainda está vendendo deste modo, você está bem atrasado.” Quando os clientes compram solução, “80% deles estão insatisfeitos com os resultados de valor” (fonte). Um grupo de autores de Havard Business Review escreveu: “Clientes não precisam de você do mesmo jeito de antes” e anunciaram “o fim das vendas por solução”.

O cliente já conhece a solução. Na maioria das vezes, ele já sabe também o preço que quer pagar. Então, o que psicologicamente o faria comprar seu produto?

Os benefícios.

A partir do momento que os clientes já sabem o que quer, eles têm uma abordagem muito focada e direcionada no esforço de comprar. Eles agora estão no mercado à procura de benefícios.  

Quanto mais benefícios você oferece e quão melhor você apresentar esses benefícios, mais sucesso você vai alcançar.

Quer fortalecer seu Marketing Digital?

É preciso apenas um pouco de visão psicológica e você estará pronto para decolar. Psicologia é poderosa e, aplicando estes princípios nos seus negócios pode definir uma nova abordagem e levar você para um caminho de sucesso que você nunca imaginou que fosse possível.

 

 

Mini Logo Ingage

Agência referência
de marketing digital

Somos especialistas em trabalhar com empresas de vendas complexas B2B.

Conheça a Ingage
Mini Logo Ingage

Receba uma
proposta comercial

Soluções personalizadas com foco no relacionamento e retorno financeiro para nossos clientes.

Fale com um consultor
Personagem Newsletter

Gostou do texto?

Não perca o nosso próximo artigo! Inscreva-se em nossa newsletter.

Obrigado por se inscrever!