Como anunciar no YouTube: formatos, segmentações e métricas de anúncios na plataforma

Avatar Autor
Publicado por Pedro Pio em 15 de outubro de 2021

Head de Performance e Mídia na INGAGE, Pedro é publicitário especializado em marketing digital e ciência de dados e coordena projetos digitais que envolvem todo o ecossistema de possibilidades em mídia paga.

O Brasil tem hoje um número de usuários ativos no YouTube que chega a 105 milhões de pessoas. A plataforma é referência entre as mais utilizadas do planeta e, portanto, pode trazer excelentes oportunidades de marketing. Além de desenvolver estratégias com anúncios em vídeos, é possível trabalhar com Ads na hora de anunciar no YouTube.

O hub de vídeos do Google traz possibilidades que vão desde anúncios audiovisuais até ações com influenciadores. Para aproveitar seu potencial, começamos criando um canal no YouTube e vamos até a seleção do melhor tipo de anúncio para o seu negócio.

Confira abaixo um guia completo com todos os detalhes e estratégias para criar uma campanha de sucesso e anunciar no YouTube.

Anúncios no YouTube: campanha na rede de pesquisa e na rede de display?

Assim como acontece com os links patrocinados das pesquisas do Google, o YouTube Ads se divide em duas alternativas principais: a rede de pesquisa e a de display. Para o primeiro caso, os anúncios são mostrados em relação às pesquisas feitas pelos usuários. É o que acontece quando alguém pesquisa um tema de vídeo e, nas primeiras posições, encontra uma indicação patrocinada.

A rede de display, por outro lado, é a mais usada. Ela é apresentada antes dos vídeos, nas recomendações ou em banners na página de visualização. Assim, é possível aproveitar a experiência pela qual o usuário já está passando dentro da plataforma para realizar sua divulgação.

Quais são as formas de anúncio no YouTube?

Além de conhecer as redes de display e de pesquisa, para saber como anunciar no YouTube, é fundamental entender quais são os tipos de anúncios disponíveis dentro dos dois formatos. Entre as alternativas, estão as seguintes.

Gráficos

Nos anúncios gráficos, o banner fica em destaque no lado direito da página ou abaixo do player. Este formato é voltado, principalmente, para o computador.

De sobreposição

O anúncio do YouTube de sobreposição aparece em uma caixa semitransparente que fica sobre o vídeo. Ele é localizado na barra inferior, é clicável e pode ser fechado. Também é voltado para computador.

Cartões patrocinados

Os cartões patrocinados trazem anúncios em forma de cards em cima do próprio vídeo. Além de serem clicáveis – o que pode ser interessante para vídeos que mostram produtos, por exemplo, há uma pequena divulgação no topo do vídeo para que o usuário possa navegar entre os cards que aparecem ao longo do vídeo.

Em vídeo

Os anúncios em vídeo surgem antes, depois ou ao longo da produção principal. Eles podem ser puláveis ou não. No segundo caso, o espectador tem que assistir tudo para poder ver a peça desejada. É voltado para computadores e dispositivos móveis.

Bumper Ads

Uma ramificação dos anúncios em vídeo, o Bumper apresenta um vídeo curto, não pulável e que surge no meio da mídia principal. É usado em computadores e dispositivos móveis e deve ter até 6 segundos. A cada mil visualizações, a cobrança é realizada.

TrueView In-Stream

Neste caso, o controle do conteúdo é de responsabilidade dos usuários, ou seja, podem pular ou não. Isso significa que você paga pelo anúncio quando eles assistem a peça antes do vídeo – o que geralmente acontece quando têm interesse real pela propaganda.

Video Discovery

Costumam aparecer na barra de procura de vídeos ou nas recomendações para usuários, com um ícone amarelo que indica o anúncio. Cada vez que uma pessoa clica nele, você é cobrado.

Masthead

Sabe aqueles anúncios no YouTube que aparecem no todo da plataforma? São os Masthead. É um formato mais burocrático, que passa pela avaliação de algum dos representantes de vendas do Google. Mas a grande vantagem é sua posição estratégica para chamar a atenção dos usuários.

Quero Fazer uma Campanha no YouTube

Como colocar vídeos no YouTube?

O primeiro passo para colocar vídeos no YouTube é escolher qual das formas de anúncio mais funciona para sua estratégia – entre as opções Video Discovery, TrueView In-Stream e Bumper Ads. Em seguida, é necessário fazer a segmentação do público para conquistar melhores resultados com a ação.

Para a segmentação, atente aos seguintes aspectos:

  • rede de pesquisa ou vídeos: é preciso escolher se você deseja os anúncios sendo mostrados quando um usuário faz buscas na rede de Display do Google. Também há opção de utilizar ambas as estratégias, sendo necessário criar uma campanha para cada;
  • localização: deseja que somente o público de uma região próxima à sua veja os anúncios? Basta selecionar nas configurações do Ads;
  • perfil: o mesmo vale para o tipo de público que deseja atingir. Para isso, é preciso definir quais são seus critérios de segmentação, como gênero, idade, interesses, estado civil etc.
  • dispositivos: ideal para quando você quer que somente usuários de determinada operadora ou sistema operacional recebam o anúncio.

Vale reforçar que a segmentação é um fator de sucesso quando você pensa em anunciar no YouTube. Afinal, reduz gastos com visualizações desnecessárias e tem mais chances de converter ao se aproximar dos usuários certos. Veremos mais sobre isso adiante no conteúdo.

Qual estilo escolher para anunciar no YouTube?

Ao aprender como colocar um anúncio no YouTube, não existe um formato mais adequado que o outro em todos os casos. Cada estratégia exige uma abordagem, já que um público-alvo vai reagir melhor a determinado tipo de ação e assim por diante.

Vale ressaltar que os anúncios em vídeo exigem orçamento mais alto, já que envolvem roteirização, produção, edição e produção de áudio. E tudo isso deve ter muita qualidade para prender a atenção do usuário.

Os anúncios em rede de pesquisa valem mais se você for criador de vídeos e falar sobre um assunto que seja bastante procurado, como músicas, games e tutoriais. Para vídeos com divulgação de produtos físicos, vale apostar nos Bumpers.

Se o seu anúncio exigir uma ação posterior do usuário, como um cadastro ou download de algum conteúdo, é melhor reservar mais verba para desktop e deixar o mobile em segundo plano.

Em todo caso, a melhor saída para anunciar no YouTube com excelência é procurar um profissional de mídia com experiência na área, que vai saber indicar qual é a melhor estratégia para o seu negócio.

Também é preciso tomar cuidado para não criar experiências de interrupção e que possam gerar uma visão negativa do empreendimento, como os anúncios não puláveis muito extensos.

Como analisar lances e ofertas?

Depois de definir como anunciar no YouTube, é o momento de realizar lances e ofertas. Em geral, a cobrança do YouTube Ads é feita pelo custo por clique (CPC) ou por visualização (CPV). Como muitos negócios adotam a estratégia, é natural que os melhores lances alcancem excelente desempenho de cliques e visualizações.

Mas atenção: o melhor lance nem sempre é o mais alto. É interessante estabelecer um valor que se destaque da concorrência, mas que não seja muito elevado. Para não pagar caro demais, segmente bem o seu público e escolha um valor de lance que não fuja da realidade indicada pelo próprio YouTube.

A segmentação diminuirá a exibição do seu anúncio para pessoas que não são o seu público-alvo, o que, apesar de diminuir o público, aumenta o impacto do seu anúncio. Assim, inicia-se uma estratégia de sucesso.

Além de tudo, essa abordagem ajuda a explorar a regra do YouTube. De acordo com a plataforma, o anunciante vencedor do lance pagará apenas R$ 0,01 a mais que o segundo lance vencedor. Imagine que o lance da sua empresa foi de R$ 0,25 e o segundo maior, de R$ 0,19. Nesse caso, o negócio terá que pagar apenas R$ 0,20, ou seja, uma diferença de 5 centavos por clique ou visualização.

mão de uma pessoa segurando um celular para mostrar como anunciar no Youtube

Como realizar a segmentação?

Uma das tarefas que levam ao sucesso nesse processo de anunciar no YouTube é a segmentação, como vimos. Ao definir qual parte do público assistirá ao seu anúncio, é mais fácil estabelecer uma comunicação com as pessoas certas.

Por se tratar da maior plataforma de vídeos do mundo, o serviço traz opções para todos os gostos e idades. Para limitar a exposição do anúncio para as pessoas de interesse, há três caminhos que podem ser adotados, que veremos a seguir

Interesses do usuário

Considerada a forma de segmentação mais comum, permite que você defina quais são os principais interesses de quem será atingido. O próprio algoritmo do YouTube seleciona canais relacionados às suas definições.

Imagine que a campanha pretende atingir o público jovem, feminino e que consome conteúdo de beleza e viagens. Ao estabelecer essas características, o anúncio será mostrado em canais/vídeos ligados a esses temas.

Temas

Também há como selecionar apenas temas específicos ao anunciar no YouTube. Dentro das categorias dos temas, ainda há outras subdivisões que contribuem para gerar um direcionamento ainda maior. Nesses casos, o ideal é deixar a escolha aprofundada para campanhas de nicho bastante específico.

Vídeos específicos

Outra possibilidade da plataforma de anúncios é direcionar a ação para um vídeo específico (ou vários deles). Basta indicar a ULR do vídeo desejado e fazer as configurações para que seu anúncio apareça antes desses vídeos especificamente. Ressaltamos que, obviamente, quanto maior o potencial de alcance do vídeo, maior será o lance necessário para o seu anúncio.

Para não desperdiçar boas oportunidades, é válido verificar se há tráfego qualificado. Vídeos com baixo número de visualizações ou pouco engajamento podem não oferecer o retorno esperado — então, tenha atenção ao desempenho para fazer suas escolhas.

Como conferir o desempenho dos meus anúncios no YouTube?

A cobrança no YouTube Ads está atrelada a uma ação desejada e que é executada pelo público — como o clique no anúncio ou a visualização.

No caso do CPC, é fundamental pensar no aspecto conhecido como click through rate (CTR). Ele corresponde à relação entre pessoas que clicaram no anúncio e o número de usuários impactados.

Imagine que seu anúncio é visto por 10 mil pessoas e recebe 500 cliques. Então, o CTR é de 5%. Em geral, valores maiores significam mais oportunidades e um desempenho ampliado, o que leva à necessidade de acompanhamento constante dos desempenhos.

Para explorar bem os resultados dos seus conteúdos, o indicado é contar com uma landing page bem planejada. Assim, quando as pessoas clicarem nos anúncios, cairão em um endereço de relevância e, potencialmente, com uma oferta. Como consequência, há o máximo aproveitamento dos cliques gerados.

Como melhorar a taxa de visualização?

A taxa de visualização corresponde à relação entre quem assistiu ao anúncio e o número de impressões – e é um conhecimento que não pode faltar se você deseja anunciar no YouTube.

Para aumentar essa métrica, no caso dos anúncios em vídeo, planeje produções interessantes. Conheça o que o seu público espera, use uma linguagem inovadora e capriche na qualidade da edição de vídeos. Na hora de segmentar, escolha o direcionamento adequado para favorecer os resultados.

Como criar ótimos anúncios para o YouTube?

Independentemente do formato escolhido, seja um vídeo ou um banner, é fundamental planejar com cuidado o anúncio. Ele deve ser atraente e capaz de se destacar, mesmo diante do vídeo que o usuário deseja assistir.

Então, comece a pensar no conceito. Se for um vídeo no começo da peça principal, concentre a mensagem nos primeiros segundos. Ainda mais quando se trata de uma opção pulável, a marca tem apenas 5 segundos para despertar o interesse nas pessoas.

Opte, também, por um elemento de alta qualidade, tanto visual quanto de áudio. Os usuários desejam uma boa experiência principalmente na hora de assistir a anúncios. Ao mesmo tempo, faça com que tudo transmita a identidade da marca.

Utilizar técnicas de storytelling é uma boa pedida para despertar e prender a atenção de quem está do outro lado da tela. Não invista apenas em vender, mas conte uma história relacionada ao seu público-alvo.

No caso dos banners ou dos anúncios que surgem em letreiros, a comunicação visual tem ainda mais poder. Utilize as cores adequadas, opte por imagens em alta qualidade e acerte nas palavras empregadas. O melhor é ter elementos que chamam a atenção e instigam as pessoas a focar o olhar na sua peça. Como resultado, as chances de receber um clique se multiplicam.

Quero Fazer uma Campanha no YouTube

Quais métricas acompanhar?

Você viu que o CTR e a taxa de visualização são duas métricas importantes. Elas indicam a interação e o engajamento com o anúncio, mas também é preciso pensar em outras métricas.

Os indicadores devem ir além das impressões ou visualizações. Em vez disso, é mais conveniente acompanhar a taxa de conversão, por exemplo. Se um anúncio continha um direcionamento próprio para a conversão, como cadastro em uma landing page ou compra do produto, essa taxa dirá quantos negócios foram gerados. Para tanto, basta calcular as conversões em relação às impressões. Quanto maior o número, melhor.

Também é importante ficar de olho em qual é o tempo médio assistido. Para vídeos maiores que 5 segundos, acompanhe quanto tempo as pessoas assistem antes de pular. É possível encontrar gargalos e descobrir quando a peça deixa de reter espectadores.

Outra métrica indicada pela própria plataforma é o número de ações ganhas. Quando há direcionamento para seu canal ou um vídeo, por exemplo, acompanhe valores como inscrições e curtidas. Quanto maior é esse volume, melhores são os indícios de que a peça foi adequada.

Então, vale a pena anunciar no YouTube Ads?

Se muita gente se pergunta como impulsionar vídeo no YouTube, agora você sabe que um dos caminhos é o YouTube Ads. Nesse sentido, vale lembrar que o conteúdo para veiculação na rede social exige uma força de produção maior do que em outras plataformas, nas quais existem várias opções de anúncios em texto ou imagem.

Se você tiver capacidade para produzir material interessante, que engaja e que se comunica com as pessoas, então essa é uma excelente escolha. O YouTube permanece como a maior plataforma de vídeos do mundo. Inclusive, 30% dos brasileiros gastam mais tempo assistindo a essas peças do que em outras mídias. São 16 horas por semana gastas nessa atividade.

Existe um grande nicho a ser aproveitado e a tendência é que cada vez mais empreendimentos utilizem a plataforma para apoiar o marketing digital. Então, com o planejamento certo é possível adotar o YouTube Ads a favor da sua estratégia e para gerar ótimos resultados.

Como melhorar o desempenho ao anunciar no YouTube?

Depois de executar essas etapas, será viável dar os primeiros passos no mundo dos anúncios no YouTube. Contudo, a estratégia tem que ser contínua, já que o marketing digital funciona como uma engrenagem.

Para obter um desempenho cada vez melhor, é fundamental estar preparado para fazer as adaptações necessárias. Olhe as métricas que realmente importam e veja quais campanhas deram mais certo. Depois, conheça as características que geraram bom desempenho — como tipo de anúncio, público e assim por diante.

Também é recomendado realizar testes A/B. Com a modificação de pequenos parâmetros, como um grupo de segmentação, já é possível entender o que faz sentido para o público. Então, será mais fácil fazer as ofertas certas.

De nada vai adiantar publicar anúncios na plataforma e esperar que eles deem resultados sozinhos, sem nenhuma otimização.

Preciso de uma agência para anunciar no YouTube?

Criar um canal no YouTube, em tese, não é difícil. Basta ter uma conta do Google e, dentro da própria rede social, seu canal poderá ser criado e ficar pronto para receber postagens de vários tipos em poucos passos. No entanto, o processo de anunciar no YouTube é mais complexo.

Como a plataforma tem sido cada vez mais utilizada, é preciso competir pela atenção do espectador. Ao não segmentar corretamente a campanha ou ao errar no dimensionamento do lance, você pode não aproveitar o investimento como deveria.

A melhor forma de solucionar esse problema e obter o máximo do recurso é contratar uma agência. Com uma equipe especializada, é possível planejar e configurar as campanhas de modo a atender seus objetivos estratégicos. Também é um jeito de favorecer o acompanhamento e a otimização dos resultados.

Anunciar no YouTube não tem segredo! Um passo muito importante, como vimos, é conhecer bem a plataforma, suas funcionalidades e alguns conceitos importantes para anunciantes. Se quer ainda mais eficácia nas suas campanhas, conte com o apoio de uma agência especializada!

Gostou do conteúdo e deseja ter ainda mais sucesso nas suas estratégias de Marketing, sem ter que investir tanto em impulsionar vídeos no YouTube? Continue a leitura e saiba como converter leads com o tráfego orgânico!

Mini Logo Ingage

Agência referência
de marketing digital

Somos especialistas em trabalhar com empresas de vendas complexas B2B.

Conheça a Ingage
Mini Logo Ingage

Receba uma
proposta comercial

Soluções personalizadas com foco no relacionamento e retorno financeiro para nossos clientes.

Fale com um consultor
Personagem Newsletter

Gostou do texto?

Não perca o nosso próximo artigo! Inscreva-se em nossa newsletter.

Obrigado por se inscrever!