Como anunciar no Google: dicas para sua campanha na rede de pesquisa

Priscila Colen
Priscila Colen - 20 de Abril de 2017

Você tem vontade de saber como anunciar no Google, mas não sabe muito bem por onde começar? Criamos um guia rápido com dicas que vão te ajudar nos primeiros passos. Veja dicas desde como criar a sua conta de anunciante até instruções mais estratégicas sobre como estruturar suas campanhas e como definir o orçamento.

1. Criação da conta de anúncios

O primeiro passo para anunciar seus produtos ou serviços no Google é a criação da sua conta de anunciante no site do Google Adwords. Depois da criação da conta, você deve configurar alguns dados importantes para o Google saber quem é a sua empresa, como CPF, nome, endereço e telefone. Nesta primeira etapa, você também escolhe qual é a sua forma de pagamento: cartão de crédito ou boleto bancário. É possível configurar o pagamento mais tarde, assim como realizar alterações nas formas de pagamento a qualquer momento.

2. Estratégias de campanha

No Google, é possível criar campanhas em diferentes modalidades:

  • Rede de pesquisa com exibição em display
  • Apenas na rede de pesquisa
  • Apenas na rede de display
  • Google Shopping
  • Vídeo
  • Campanha universal para apps

como anunciar no google

Neste post, daremos dicas sobre como anunciar no Google em campanhas apenas na rede de pesquisa, ou seja, os anúncios de texto que aparecem quando alguém realiza pesquisas no Google.

como anunciar no google

Os anúncios com os melhores posicionamentos para cada palavra-chave vão aparecer acima dos resultados orgânicos do Google, em um espaço privilegiado, com grandes chances, portanto, de receberem um clique.

3. A escolha das palavras-chave

Ok, você criou uma conta de anunciante, configurou com todos os dados exigidos, inseriu sua forma de pagamento preferencial. E agora? Como você vai escolher as palavras-chave que irão compor a sua campanha?

Uma dica é utilizar o planejador de palavras-chave do Google. Lá, você vai jogar suas ideias principais, como por exemplo: “marketing digital bh” e vai receber sugestões de termos similares, além de ver o volume de pesquisas desta palavra-chave e o lance sugerido pelo Google para concorrer no leilão. É uma boa forma de se nortear, já que nem toda palavra-chave é um termo de pesquisa estratégico em termos de Google Adwords.

4. Estruturação da campanha

Vamos partir para a estruturação da campanha agora. Trabalhamos com “hierarquias” no Google Adwords.

A primeira etapa que você precisa definir é a da campanha. É nela que você define a estratégia da sua campanha (item 2), seu orçamento e também a localização geográfica dos anúncios, ou seja, em que locais eles serão exibidos.

A segunda etapa é a criação dos conjuntos de anúncios. Um erro comum a quem está começando a anunciar no Google é a criação de uma campanha com um único conjunto de anúncios e várias palavras-chaves agrupadas nele. Não cometa este erro! O nível do conjunto de anúncios existe para que você organize suas palavras-chave de acordo com a semelhança entre elas.

O dono de uma loja de presentes que deseja anunciar seus produtos no Google deve separar estes produtos por categoria. Por exemplo:

Conjunto de anúncios 1: porta-retratos

Conjunto de anúncios 2: canecas fofas

Conjunto de anúncios 3: almofadas

A terceira etapa é justamente a seleção das palavras-chave. Então, dentro do conjunto de anúncios 1, o anunciante pode selecionar termos como “porta-retratos”, “preço de porta-retratos”, e “porta-retratos pequenos”. Ele não deve misturar termos não correlatos, como porta-retratos e canecas fofas.

Ok, mas por que não?

Porque a próxima etapa, que diz respeito à criação dos anúncios, se relaciona com os conjuntos de anúncios, e não com as palavras-chave em si.

Um anunciante não cria um anúncio por palavra-chave, ele cria um anúncio por conjunto de anúncios. Logo, um conjunto de anúncios que contém somente termos relacionados a porta-retratos não só pode como deve ter o termo porta-retrato como um dos elementos do anúncio em si.

como anunciar no google

Fazendo a relação inversa: vamos supor que o anunciante colocou porta-retratos, canecas fofas e almofadas no mesmo conjunto de anúncios. A pessoa do outro lado, fazendo a pesquisa por almofadas, pode acabar, por acidente, vendo o anúncio que foi escrito para as canecas fofas. Isso porque os anúncios do Google são randômicos, não são os anunciantes que definem quais serão exibidos, somente o Google tem este poder. 😉

5. O leilão

Estruturei a minha campanha: defini quais são os locais em que os anúncios serão exibidos, qual vai ser meu orçamento, quais são as palavras-chave e também criei meus anúncios. Acabou? Ainda não.

Quando você definir os termos de pesquisa, você deve dar um lance para cada um deles – é mais ou menos quanto você está disposto a pagar para que o seu anúncio seja exibido quando determinada palavra-chave for pesquisada. Quando sua campanha já tiver estruturada, você vai descobrir se aquele lance é suficiente, ou seja, se sua campanha está qualificada, ou se você está abaixo do lance da primeira página.

como anunciar no google

Por isso, é importante o monitoramento de perto da sua campanha, para que você não corra o risco de, por exemplo, cair para a segunda página de pesquisas do Google, aquele lugar tão tão distante aonde ninguém costuma ir.

6. Quanto eu devo investir em mídia no Google?

É uma das perguntas mais comuns para quem está começando a investir no Google. A resposta é que não tem uma resposta. O valor mínimo de investimento varia, e muito, para cada anunciante, e depende de uma série de fatores, como quais são os termos para os quais você deseja anunciar, quais são as praças e qual é o perfil do seu público-alvo. Tente definir um valor de início que faça sentido para você e fique sempre de olho nos resultados, para saber onde aumentar ou reduzir.

7. Como anunciar no Google: Indicadores

E como saber exatamente qual é o resultado das suas campanhas? Medindo alguns dados que o próprio Google Adwords te apresenta, como cliques, impressões, custo por clique (CPC), posição média, taxa de cliques (CTR), conversões, taxa de conversão e custo por conversão, entre outras métricas. Neste post a gente fala de maneira detalhada sobre como calcular o ROI em campanhas no Google Adwords.

E aí, acha que já está preparado para criar sua campanha no Google? Tem dúvidas? Fale com a gente! 😀